Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Paulo Mourão (PT), esteve na manhã dessa terça-feira, dia 27, em audiência com a secretária estadual da Educação, Wanessa Sechim, para levar ao conhecimento dela o requerimento apresentado por ele, em regime de urgência na Assembleia Legislativa, propondo ao Governo do Estado a criação do Curso Estadual Pré-Vestibular Gratuito, para alunos da rede pública estadual de ensino.

O parlamentar explicou para a secretária a necessidade da criação do cursinho, como forma de resgatar muitos jovens que abandonaram seus estudos, após encerrarem o ensino médio, por falta de oportunidade em prosseguir na busca pelo ingresso no ensino superior. Paulo Mourão pediu o apoio da Secretária para que o projeto seja implantado. “Hoje muitos jovens de famílias humildes têm deixado de cursar o ensino superior, por falta de oportunidade. Nota-se que cada vez mais o acesso ao ensino superior está ficando mais difícil para esses jovens das camadas mais pobres da sociedade, daí a importância da criação desse cursinho gratuito como forma de incentivo e estímulo a esses jovens”, disse o parlamentar.

Paulo Mourão vê no projeto que já deu certo, em algumas cidades do Ceará e no Piauí, uma oportunidade de capacitar os jovens de baixa renda, dando a eles oportunidade de competir de igual pra igual com os alunos com renda familiar melhor, na hora de concorrer a uma vaga para entrar na universidade. “Em torno de 60% a 70% dos jovens de famílias com renda melhor chegam às universidades, enquanto o índice dos jovens de baixa renda fica em torno de 30% a 40%”, citou. Mourão destacou que o índice de jovens de baixa renda, que entram na universidade, cresceu nos dois estados que implantaram esse projeto do curso pré-vestibular gratuito. A reunião com Wanessa serviu para o deputado discutir como será a implantação do projeto e os custos que vão incidir sobre o orçamento. Uma das sugestões de Paulo Mourão foi inserir o projeto na LDO e garantir recursos no orçamento para iniciar os projetos pilotos. “Precisamos dar suporte a esses jovens que estão ficando sem oportunidade”, sustentou.