Estado

Foto: Divulgação O vice-governador de Goiás (de azul ao centro) e o candidato a prefeito (de vermelha à esquerda) foram baleados enquanto participavam de carreata O vice-governador de Goiás (de azul ao centro) e o candidato a prefeito (de vermelha à esquerda) foram baleados enquanto participavam de carreata

O governador do Tocantins, Marcelo Miranda, lamentou a morte do candidato a prefeito de Itumbiara/ Goiás, José Gomes da Rocha, que já foi prefeito da cidade, deputado estadual e federal por vários mandatos. 

Um atentado a bala durante uma carreata nessa quarta-feira, 28, na cidade goiana, também levou à morte um policial militar e deixou outros feridos, entre eles o governador em exercício de Goiás, José Eliton. Marcelo Miranda disse que a notícia chocou goianos e tocantinenses.

O governador deseja rápida recuperação aos feridos e espera que as investigações elucidem o caso e os envolvidos sejam punidos dentro da lei.

Paulo Mourão 

O deputado estadual Paulo Mourão também lamentou o ocorrido. O parlamentar encaminhou nota à imprensa informando profunda tristeza pela morte de seu amigo, José Gomes. "Zé Gomes liderava as pesquisas entre os candidatos a prefeito de Itumbiara. Foi um homem honrado, trabalhador e muito querido pela população. Zé Gomes inclusive participou da inauguração do Terminal Rodoviária de Porto Nacional, quando éramos prefeito", sustentou Mourão. 

Para o deputado, houve covardia. "Essa tragédia, além de chocar a todos nós, pela tamanha violência e covardia, nos deixa inconformados. Que as autoridades de segurança pública apurem rigorosamente o trágico fato e que Deus, na sua infinita bondade, conforte a família e amigos do nosso amigo Zé e dos vitimados". 

Confira a nota de Paulo Mourão na íntegra 

É com profunda tristeza e dor que lamento a morte trágica e brutal do meu amigo ex-deputado federal José Gomes da Rocha (PTB), ocorrida na tarde desta quarta-feira, dia 28, na cidade de Itumbiara (GO). Zé Gomes era ex-prefeito de Itumbiara e candidato à prefeito novamente. Ele estava participando de uma carreata política junto com o governador em exercício de Goiás, José Eliton (PSDB) que é também secretário de Segurança Pública, e outros políticos, quando sofreram o atentado a tiros. O ataque atingiu o vice-governador, que foi baleado no abdômen, o advogado da prefeitura de Itumbiara, Célio Rezende e infelizmente, resultou nas mortes do Zé Gomes, que foi atingido por dois tiros na cabeça, e do cabo da policial militar Vanilson João Pereira, que estava no local fazendo o seu trabalho de segurança. O atirador também acabou sendo morto. Zé Gomes liderava as pesquisas entre os candidatos a prefeito de Itumbiara. Foi um homem honrado, trabalhador e muito querido pela população. Zé Gomes inclusive participou da inauguração do Terminal Rodoviária de Porto Nacional, quando éramos prefeito. Essa tragédia, além de chocar a todos nós, pela tamanha violência e covardia, nos deixa inconformados. Que as autoridades de segurança pública apurem rigorosamente o trágico fato e que Deus, na sua infinita bondade, conforte a família e amigos do nosso amigo Zé e dos vitimados. Desejo também que o vice-governador José Eliton e o advogado Célio Rezende, restabeleça a sua saúde.

Paulo Mourão

Deputado Estadual 

Entenda 

O governador em exercício de Goiás, José Eliton de Figuerêdo Júnior, também vice-governador e secretário de Segurança do estado foi baleado nessa quarta-feira (28), quando participava de uma carreata do candidato a prefeito no município de Itumbiara, José Gomes da Rocha (PTB).

Ex-prefeito da cidade localizada no Sul do estado e e ex-deputado federal, José Gomes da Rocha, que também foi baleado, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

De acordo a assessoria de imprensa da vice-governadoria, José Eliton foi submetido a uma cirurgia e será removido em um helicóptero UTI Vida para Goiânia.

Segundo relatos de pessoas próximas ao governador em exercício, durante a evolução da carreata, um carro, na contramão, foi de encontro ao veículo em que estavam José Eliton e José Gomes da Rocha. O motorista do carro, então, descarregou uma pistola na direção dos dois, atingindo também um policial militar que atuava na segurança do governador em exercício.

O autor dos disparos foi morto pela equipe de segurança do governador em exercício e ainda não teve a identidade revelada pelas autoridades goianas.