Campo

Foto: Divulgação

O Grupo Especial de Atenção a Enfermidades Emergenciais (Gease), composto por cerca de 50 inspetores agropecuários da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) participam, em Miracema do Tocantins, de uma capacitação de emergência com ênfase na febre aftosa. O encontro vai até o dia 6 e foi aberto oficialmente na tarde desta última segunda-feira, 3, no auditório da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

O curso de atualização sobre a febre aftosa tem o objetivo de aprimorar os conhecimentos em emergências sanitárias e fortalecer a padronização das ações para o atendimento imediato às notificações de suspeitas de doenças vesiculares. “Mesmo o estado estando livre da febre aftosa a mais de 19 anos não podemos baixar a guarda, porque em casos emergenciais de focos de doenças vesiculares e exóticas devemos estar preparados para agir e controlar a situação”, disse Humberto Camelo, durante a abertura oficial do curso.

A capacitação provém de recursos oriundos de convênio entre o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Governo do Estado. Como palestrantes participam técnicos dos estados do Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rondônia, que irão apresentar suas experiências com ações emergenciais na área sanitária.

Na programação estão palestras com os temas Geoprocessamento e Georrefeciamento de propriedades rurais; Avanços e desafios do Programa Nacional de Erradicação da Febre Aftosa; Sistema Brasileiro de Emergência Veterinária para Febre Aftosa; Aspectos clínicos e epidemiológicos das doenças vesiculares como a febre aftosa e estomatite vesicular, entre outros. Também está prevista aula prática com simulação de atendimento ao foco de febre aftosa.