Polí­cia

Foto: Divulgação

A palmense Daniela Gomes da Silva, 21 anos de idade, está desaparecida desde o último domingo, 9. De acordo com informações repassadas ao Conexão Tocantins pela irmã de Daniela, Sâmia Gomes Silva, a jovem saiu de casa ontem às 16h30min e não foi mais vista. "Saiu despojada como se fosse na casa de um amigo e ia voltar logo, só que ela não voltou", disse Sâmia. 

Sâmia Gomes contou que não estava em casa quando a irmã Daniela saiu mas que imagens das câmeras de segurança de uma loja que fica ao lado de sua residência mostram Daniela saindo às 16h30min. Daniela Gomes, de acordo com Sâmia, congrega na igreja Videira e disse que sua saída foi tida como normal por ser prática corriqueira ir ao encontro de amigos da célula (pequeno grupo de pessoas que se reúne para realizar atividades como o estudo da Bíblia, entoação de hinos ou cânticos e oração). "É prática dela às vezes sair e não dizer nada. Como ela tem uma vida cotidiana de sair de casa, de ir para a Igreja, que é na Videira que ela congrega, e para ir a igreja encontrar o pessoal da célula, a gente já fica ciente praticamente que ela vai encontrar o pessoal da igreja", disse. 

De acordo com Sâmia, Daniela costuma ligar para pedir a irmã para ir buscá-la, seja na igreja ou em algum lanche com amigos. "Mas deu onze e meia, meia noite, meia noite e meia e eu já comecei a ligar, ligar e o telefone dela ela deixou aqui em casa e aí fui atrás dos amigos da célula, acordei todo mundo e todo mundo começou a mandar mensagens para ver mas ninguém viu, ela não foi para o culto no domingo à noite então todo mundo começou a procurar e assim não se sabe se ela encontrou alguém", informou Sâmia. 

Sâmia disse não ter conhecimento se a irmã tem namorado. A irmã de Daniela ainda informou que registrou Boletim de Ocorrência ainda na madrugada. "Registrei Boletim de Ocorrência de madrugada, fui na delegacia ali da Teotônio (Avenida Teotônio Segurado), fui no hospital, fui na Upa (Unidade de Pronto Atendimento) e hoje já fui na delegacia novamente". 

Daniela mora em Palmas com a irmã Sâmia, outro irmão e com a mãe. A família reside em Palmas há muitos anos. Daniela nasceu na Capital. De acordo com Sâmia, sua mãe está para o Piauí há aproximadamente um mês, cuidando de um ente da família mas que retorna no dia 20, quando a licença termina. O pai de Daniela e Sâmia reside no Piauí e deve chegar em Palmas até quarta-feira.