Empregos e Serviços

A diretoria da Associação dos Engenheiros Civis do Tocantins (AECTO), por meio do seu vice-presidente Bruno Machado, também encaminhou nota de repúdio à imprensa pela realização de concurso público a qual são ofertadas quatro vagas para engenheiro civil com remuneração de R$ 1.113,95.

Para a Associação, o salário de engenheiro civil que trabalha 40 horas semanais deve ser, pelo menos, 8,5 salários mínimos. "O salário ofertado pela Prefeitura de Gurupí – TO, além de desrespeitar uma Lei Federal, é insignificante perante a complexidade das atividades que serão executas e dos riscos assumidos pelo profissional". 

Confira a nota na íntegra 

Nota de Repúdio 

A diretoria da Associação dos Engenheiros Civis do Tocantins ( AECTO), repudia de forma veemente a realização do Concurso Público da Prefeitura de Gurupí – TO, cujo EDITAL N° 001/2016 – MUNICÍPIO DE GURUPI-TO / COPESE, oferta 4 vagas para Engenheiro Civil, e carga horária de 40 h, com remuneração de R$ 1.113,95.

De acordo com a Lei 4.950-A/66, de 1966, que regulamenta os salários dos profissionais diplomados em engenharia, química, arquitetura e agronomia, o salário de engenheiro civil que trabalha 40h semanais deve ser, pelo menos , 8,5 salários mínimos. O salário ofertado pela Prefeitura de Gurupí – TO, além de desrespeitar uma Lei Federal, é insignificante perante a complexidade das atividades que serão executas e dos riscos assumidos pelo profissional. 

Associação dos Engenheiros Civis do Tocantins - AECTO

Bruno Machado - Vice-Presidente da AECTO.