Estado

Foto: Elizeu Oliveira O governador lembrou que nos últimos dez anos o Estado saltou de uma produção de um milhão para mais de quatro milhões de toneladas de grãos O governador lembrou que nos últimos dez anos o Estado saltou de uma produção de um milhão para mais de quatro milhões de toneladas de grãos

O governador Marcelo Miranda participou nesta sexta-feira, 14, da abertura do plantio de soja no Tocantins, realizada na Fazenda Nossa Senhora do Carmo, município de Porto Nacional. A solenidade contou com a presença do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Neri Geller; do superintendente federal da Agricultura no Tocantins, Rodrigo Guerra; do presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Tocantins (Aprosoja), Ruben Ritter; auxiliares do Governo e outras autoridades.

Marcelo Miranda ressaltou a importância da cadeia produtiva de grãos para a economia do Estado e o compromisso do Governo em promover políticas públicas que beneficiem e incentivem cada vez mais o setor, principalmente neste momento em que o segmento passa por dificuldades em virtude das adversidades climáticas. “Infelizmente, a forte estiagem que assolou o nosso Estado na última safra causou prejuízos, mas a expectativa é de crescimento da área plantada, com resultados positivos”, ressaltou, lembrando que o Tocantins é uma referência na produção de grãos.

O governador lembrou que nos últimos dez anos o Estado saltou de uma produção de pouco mais de um milhão de toneladas de grãos para mais de quatro milhões de toneladas, e que é possível melhorar ainda mais esse ritmo de crescimento, por se tratar de um Estado eminentemente agropastoril. “É no campo que está concentrada a maior riqueza do Tocantins”, pontuou.

Segundo o secretário Neri Geller, o Tocantins é uma importante fronteira agrícola do País. “Apesar das questões climáticas que prejudicaram a cadeia produtiva de grãos, os produtores locais estão otimistas”, comentou. Sobre os prejuízos dos produtores, o secretário disse que o Ministério da Agricultura já intercedeu, junto a instituições financeiras, no sentido de agilizar as renegociações das dívidas de custeio e investimentos do setor para que a atividade não seja penalizada.

Produção

A Fazenda Nossa Senhora do Carmo é de propriedade dos Irmãos Rossato e está localizada a 58 quilômetros de Palmas. De acordo com Ademir Celso Rossato, a expectativa é de plantar quatro mil hectares de soja e milho na safra 2016/2017; e uma colheita em torno de 200 mil sacas de grãos. Já para a safrinha, que começa em fevereiro, a estimativa é de colher algo em torno de 150 mil sacas.

O presidente da Aprosoja, Ruben Ritter, informou que a estimativa é que a área plantada no cerrado - sem contar várzeas - seja de 750 mil hectares no Estado. 

Por: Redação

Tags: Marcelo Miranda, Neri Geller, campo