Polí­tica

Foto: Kennya Victor Hoje foi realizada a primeira sessão ordinária de outubro Hoje foi realizada a primeira sessão ordinária de outubro

Nesta segunda-feira, 17, foi realizada a primeira sessão ordinária de outubro e os vereadores aproveitaram para fazer um balanço das eleições e desejar sucesso a quem se reelegeu para a nova legislatura.

O vereador Cb. Carlos (PT) que está findando o terceiro mandato destacou que os gurupienses há muitos anos têm essa prática de renovar a Casa. Ele agradeceu à votação que teve e fez uma reflexão sobre o número alto de abstenções, que segundo ele, reflete que o eleitor está insatisfeito com o processo total.  Ele aproveitou para desejar sucesso aos colegas que ficam e aos novos eleitos, a exemplo, do Zezinho da Lafiche que participou da sessão.

O presidente da Casa, vereador Wendel Gomides (PDT) também parabenizou aos colegas e agradeceu à sua equipe de trabalho que não mediu esforços para a sua reeleição. Também enalteceu a parceria dos vereadores durante esses dois anos em que está na presidência.

A vereadora Wanda Botelho (PSB), embora não tenha sido reeleita, diz que deixa a Casa com o sentimento de vitória pela expressiva votação que teve e que por cada voto ter sido conquistado unicamente pelas suas propostas. Ela comentou que realizou uma campanha sem brigas com colegas e que agora torce para que os que ficaram e para os novos vereadores que consigam realizar um bom trabalho.

O vereador Ataíde Salgado (PPS) destacou que ficou satisfeito por ter tido votação em todas as zonas eleitorais e assegurou que vai continuar realizando um trabalho em benefício dos gurupienses. 

Regimento Interno 

Na sessão de hoje o vereador Ivanilson Marinho (PMDB) sugeriu à presidência da Casa que oficialize a Procuradoria da Câmara para que seja feita a atualização do Regimento Interno. O vereador há alguns dias estuda o regimento elaborado pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) e comenta que ele é bem mais simples e que pode ser perfeitamente implementado em Gurupi.

Segundo Ivanilson, o Regimento de Gurupi é antigo, desatualizado, com confusão de prazos,  de uma redação complexa para quem não é da área jurídica e, na câmara há vereadores de várias áreas de conhecimento então fica um pouco inacessível a interpretação.

Conforme o vereador, a proposta desse novo regimento é mais atualizado, de uma linguagem mais simples. “É uma construção que o Instituto Brasileiro de Administração Municipal fez orientando qual o melhor regimento ideal para as câmaras. Então a ideia é pegar esse Regimento do IBAM e aproveitar o que temos de bom no nosso e fazer um Regimento mais atualizado e também tecnicamente melhor compreensível”, destacou.

O regimento conduz os trabalhos da Mesa Diretora e das Comissões responsável pela aprovação dos projetos de leis. 

Por: Redação

Tags: Eleições 2016, Gurupi, Ivanilson Marinho