Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por intermédio da 10ª Delegacia Regional de Araguatins, no extremo Norte do Estado, deflagrou, na manhã desta quarta-feira, 19, no município de Esperantina, mais uma operação de combate à criminalidade, a qual resultou na apreensão de aproximadamente 5 kg de drogas, armas, grande quantidade de munições, pés de maconha, além da prisão em flagrante, por tráfico de drogas de José d. S., de 69 anos.

Conforme o delegado regional Eduardo Morais Artiaga, responsável pela operação, os policiais civis da 10ª DRPC receberam algumas denúncias anônimas informando que José d. S. estaria utilizando a própria residência, a qual está localizada no Povoado Vila Tocantins, em Esperantina, como “boca de fumo”, já há algum tempo. Com o objetivo de averiguar as informações recebidas, os agentes passaram a monitorar o local, obtendo fortes indícios de que, de fato, a residência estava sendo usada para armazenamento e distribuição de drogas.

Com base nas constatações, por volta das 6h30 da manhã desta quarta-feira, os policiais civis foram até a mencionada residência e, após realizar algumas buscas, encontraram e apreenderam 40 trouxas de maconha, já devidamente embaladas e prontas para venda, uma espingarda calibre 28, municiada, escondida na sala, um revólver calibre 38, municiado com seis cartuchos intactos, escondido em guarda-roupas, um saco de fibra contendo maconha, que estava embaixo de uma cama, além de várias garrafas pet e potes de sorvete e tempero cheios de maconha, os quais estavam enterradas no quintal da casa do suspeito. No total, os policiais civis apreenderam 4.750 g (Quatro Quilos Setecentos e Cinquenta Gramas), de maconha.

Além das drogas e armas, os policiais civis também apreenderam na casa do "vovô do tráfico", nove pés de maconha, quarenta e cinco cartuchos intactos de calibre 28, 25 munições de calibre 22, mais 10 munições de calibre 38, nove “chumbos” para municiar cartuchos, R$ 342,50, em dinheiro, 54 munições deflagradas de calibre 38, quatro munições deflagradas de calibre 22, bem como outros objetos.

Ao ser questionado sobre a origem do entorpecente, José d. S. também conhecido como “José Cabeludo”, disse ao delegado que conseguia as drogas, apreendidas com ele, em Imperatriz - MA e que os pés de maconha nasciam “naturalmente” de algumas sementes que eram jogadas em sua propriedade.  

Após os procedimentos cabíveis, José da Silva, foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Augustinópolis, onde foi autuado e m flagrante pelo crime de tráfico de drogas e, em seguida, recolhido à carceragem da Cadeia Pública daquele município, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Ainda de acordo com o delegado Artiaga, a ação desta quarta-feira, representa mais uma vitória da população do Bico do Papagaio na luta contra à criminalidade, visto que, as drogas apreendidas não mais chegarão as mãos de usuários e pequenos traficantes, o que poderia resultar na prática de outros crimes. 

“Estamos trabalhando, incansavelmente no intuito de combater todo e qualquer tipo de ação criminosa, nos municípios do Bico do Papagaio e as apreensões realizadas pelas equipes da 10ª DRPC, na manhã de hoje, trazem mais paz, tranquilidade e segurança à sociedade, uma vez que além das drogas, o suspeito também mantinha em casa, grande quantidade de armas e munições que poderiam ser utilizadas para a prática de outros delitos”, ressaltou.