Cultura

Foto: Divulgação

Emoção deu o tom da noite dessa terça-feira, 7, no palco do Teatro Fernanda Montenegro, em Palmas. Cerca de 270 vozes, que compõem oito corais da Capital, participaram da primeira noite da 9ª edição do projeto Canto Coral, realizado pelo Grupo Jaime Câmara. Formado por Servidores da Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE/TO), o Coral Canto Nobre entrou no ritmo musical natalino.

Esta foi a terceira participação do Coral Canto Nobre no projeto e, nesta edição, o grupo encantou o público presente com uma surpresa especial – a participação de cerca de dez crianças (filhos de Membros e Servidores) que deram um toque especial de beleza e harmonia às canções. Formado por cerca de 20 vozes, o Coral Canto Nobre se apresentou com as canções – “É Natal” (Raphael Beling) e “Aleluia” (Leonard Cohen).

Canto Coral

A 9ª edição do Canto Coral segue até quarta-feira, 7, e conta com a participação de cerca de 500 vozes, de diferentes coros da capital tocantinense. Para prestigiar o evento, os interessados trocaram o ingresso por dois quilos de alimento não perecíveis. Todos os itens arrecadados serão doados pelo Grupo Jaime Câmara para instituições carentes da Capital. 

Social

Música e solidariedade andam juntas no talento dos integrantes do Coral Canto Nobre. Todos os anos o grupo prepara apresentações que vão além do simples entretenimento, com foco principalmente na ação social. Desta forma, apresentações em hospitais, creches e projetos que focam a solidariedade fazem parte da agenda do grupo. Nesta reta final do ano, apresentações em hospitais de Palmas e no tradicional projeto Canto Coral estão sendo realizadas.

Na tarde desta quarta-feira, 9, o Coral Canto Nobre prepara apresentações no Hospital Geral de Palmas e Dona Regina, prometendo levar emoção em forma de música aos pacientes. Esta é uma tradição do grupo desde o primeiro ano de formação, onde os coralistas circulam com repertório que leva paz e alegria aos pacientes da cidade.

Canto Nobre

O Coral Canto Nobre é formado por Servidores da Defensoria Pública do Estado do Tocantins e tem como objetivo desenvolver a melhoria da qualidade de vida dos Servidores e a socialização através do canto coral. O repertório é voltado para a Música Popular Brasileira, com o objetivo de apresentar as canções em formato diferenciado, inserindo elementos de teatro. Para participar são apenas dois pré-requisitos: gostar de cantar e ter disciplina. Os Servidores interessados em participar têm liberação das atividades administrativas nos momentos de ensaios e apresentações.