Polí­cia

Foto: Divulgação Drogas e objetos apreendidos pela PM na região sul de Palmas Drogas e objetos apreendidos pela PM na região sul de Palmas

Na madrugada deste último domingo, 11, a Polícia Militar em Palmas/TO prendeu dois acusados de tráfico de drogas no Setor Santa Fé, região sul da Capital. A equipe de Força Tática fazia patrulhamento pela área quando um transeunte chamou a atenção dos policiais militares. O indivíduo foi abordado e informou que acabara de realizar uma compra de entorpecente, indicando o local onde fizera a aquisição da droga. 

Após informações, a PM foi até o referido endereço e localizou diversos materiais ligados ao tráfico de entorpecentes sendo duas balanças de precisão, 83 trouxas de substância análoga ao crack, 13 papelotes de cocaína, uma pedra maior da mesma substância, outra pedra grande de crack cor amarela, outras três pedras menores de crack, além de dois relógios de pulso, uma aliança, quatro celulares, R$ 2.182,45 em espécie. Todos os envolvidos foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil e atuados em flagrante conforme o artigo 22 da Lei 11.343 de 2006, Lei de Drogas.

Ainda em Palmas, na mesma data, a Polícia Militar prendeu um indivíduo de 18 anos acusado de comercializar entorpecentes na Quadra 602 Sul. Os policiais receberam denúncia sobre o suspeito e ao abordá-lo encontraram R$ 360,00 reais em dinheiro e próximo a ele uma trouxa de plástico contendo nove papelotes de substância branca aparentando ser cocaína. O autor negou ser o proprietário do referido material, mas foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil, que realizará as devidas investigações pertinentes ao fato.

Já em Dianópolis, na noite de sábado, 10, um menor foi apreendido após efetuar disparo de arma de fogo contra a viatura da Polícia Militar. Os militares reagiram e o adolescente de 16 anos fugiu para o mato. Foi feita busca e pelo caminho os policiais encontraram 22 papelotes de crack prontos para comercialização e duas munições calibre 22 intactas. O menor foi localizado ao procurar o hospital local, devido a um disparo de raspão na perna. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil para os procedimento cabíveis.