Economia

Foto: Divulgação

Fim de ano é sinônimo de casa cheia para muita gente, seja por causa das férias escolares ou a visita dos familiares para as festas de Natal e Ano Novo. E como consequência, há o aumento no consumo de energia elétrica. Por isso, a Energisa orienta o consumidor sobre medidas simples e mudanças de hábitos para economizar na conta do fim do mês. 

Mayran Beckman, gerente de Serviços Comerciais da Energisa, lembra que o aumento mais comum no consumo acontece por causa da quantidade de banhos no caso dos clientes que receberão visitas. “Vivemos em uma região quente, independente das chuvas. Por isso o ideal é deixar a temperatura do chuveiro no Verão ou desligada.”

Cozinha

O abre e fecha frequente da geladeira é outro vilão da economia. “Em média, o eletrodoméstico funciona cerca de 12 horas por dia, porque ela desliga quando atinge a temperatura correta”, explica a gerente. A orientação é regular o termostato conforme a quantidade de alimentos: se a geladeira está cheia, aumente a temperatura; se está mais vazia, diminua.

Eletrônicos

Aparelhos com o modo “stand by”, aquele que deixa uma luz vermelha acesa o tempo todo, podem representar até 12% do consumo total de uma casa. A Energisa recomenda retirar da tomada televisores, DVDs, Blue Rays,microondas, além de outros, quando não estiverem em uso. “Já com relação aos computadores, o ideal é desligar o monitor quando não for usar, porque é o componente que mais consome”, destaca Mayran.

Tempo quente

Ar-condicionados, climatizadores e ventiladores tendem a ficar mais tempo ligados durante as férias. Neste caso, é preciso ter atenção com a limpeza dos filtros e a temperatura. “Quanto mais baixa a temperatura, mais tempo o compressor trabalha. Na hora de dormir, por exemplo, 23º ou 24º são ideais e permitem que o aparelho desligue sozinho durante a noite. Outra opção é programar para desligar definitivamente durante a madrugada, que é mais fria”, alerta Mayran. Além disso, nos dias de chuva o uso do ar-condicionado pode ser evitado.

Segurança

Além da economia, é preciso se atentar à segurança. A medida mais importante é não ligar muitos aparelhos na mesma tomada para evitar sobrecarga ou curto-circuito. Manter os cabos organizados e devidamente escondidos também é importante para evitar tropeços ou danos aos cabos e equipamentos.

Por: Redação

Tags: Energisa, Mayran Beckman