Estado

Foto: Lidiane Moreira Engenheiro civil André Luis e o operador local da ATS, José Carlos Meneses, analisam novo poço ligado em Pium Engenheiro civil André Luis e o operador local da ATS, José Carlos Meneses, analisam novo poço ligado em Pium
  • Fornecimento de água aos moradores dos setor Flamboyant e Chão de Estrela foi normalizado

Em Pium, a 190 km de Palmas, um novo poço artesiano foi ligado e já beneficia os moradores dos setores Flamboyant e Chão de Estrela, localizados na parte mais elevada da cidade, e que apresentavam dificuldades no abastecimento de água nos últimos meses. Em Pugmil, a 160 km da Capital, outro poço já está com toda estrutura pronta, mas depende de mais uma análise da amostragem de água, para em breve ser ligado e beneficiar os setores Oeste e Bela Vista.

Para beneficiar esta população, o Governo do Tocantins realizou investimentos de aproximadamente R$ 110 mil em cada município. Eder Fernandes, presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), explica que o órgão trabalha para perfurar poços em outros municípios, e destaca que em outras localidades há demandas de recuperação e ampliação de represas, novos pontos de captação e construção de novas barragens.

“Estes investimentos vem ao encontro das demandas dos municípios. No caso de Pium e Pugmil, era necessário que fossem perfurados os poços e que fossem feitos esses investimentos para que a gente pudesse suprir a demanda da falta de água dos municípios. Pium e Pugmil nós tínhamos uma situação interessante, onde setores específicos sofriam com a falta de água. Então a perfuração destes poços vem justamente para atender a estes setores”, enfatizou Eder Fernandes.

O poço artesiano em Pugmil tem profundidade de 204 metros e o de Pium, 254 metros. “Em Pugmil, a água deu concentração elevada de ferro. Pedimos nova análise e estamos aguardando o resultado da empresa que perfurou o poço para dimensionarmos um filtro para o PTP [Poço Tubular Profundo]”, explicou o químico da ATS, Marcos Antônio da Silva.

Pium

O técnico ambiental Antonio Nilson é morador do setor Flamboyant há três anos e conta que após a ligação do poço artesiano, o fornecimento no município foi normalizado. “Há três semanas atrás, o fornecimento da água melhorou e está normalizado. A população vem crescendo e o que a gente viu foi que a cidade cresceu e o fornecimento diminuiu, a seca está cada vez mais rigorosa. É uma demanda grande e de suma importância esse poço artesiano ter sido ligado”, pontuou o técnico ambiental.

A dona de casa Luzia de Sousa, também é moradora do setor Flamboyant. Ela explica nas últimas semanas pode retomar as suas atividades domésticas sem dificuldades. “Está dando para lavar roupas, usar a água para lavar o banheiro e as outras atividades do dia a dia, que quando falta, fica difícil de fazer”, afirmou.

“Eu fico supersatisfeito. Eu fui lá andei e perguntei para o pessoal. E eles me disseram que nessa última semana já não está faltando água. Hoje o grande problema, da maioria deles, é não ter a caixa da água para reservar. A população está satisfeita, e é isso que queremos, esta parceria com a ATS para que a população continue usufruindo desse trabalho de qualidade”, explicou o prefeito de Pium, o médico Valdemir Barros.

Novos pontos de captação

A ATS estuda a ativação de mais dois poços artesianos que atualmente estão desativados em Pium. Além disto, engenheiros do órgão analisaram a qualidade da água de uma lagoa, localizada dentro de uma propriedade particular e que apresenta padrões de qualidade preconizados pelo Ministério da Saúde. As negociações de contrato para a exploração da lagoa com o proprietário já foram iniciadas.

Por: Redação

Tags: Eder Fernandes, Pium, Poços Artesianos, Pugmil