Polí­tica

Foto: Divulgação Presidente do Partido dos Trabalhadores do Tocantins, Júlio César Brasil Presidente do Partido dos Trabalhadores do Tocantins, Júlio César Brasil

O Partido dos Trabalhadores (PT) no Tocantins está se articulando para os congressos municipais da legenda, marcados para o dia 9 de abril. Os congressos acontecerão na mesma data  em todos os municípios onde a sigla está presente no país. Além de definir quem comandará os diretórios municipais, os congressos têm a função de eleger os delegados que participarão do Congresso Estadual, quando se escolhe o novo presidente e a Executiva da legenda em nível regional.

Presidente regional da sigla, Júlio César Brasil informou que está aberto  o prazo para inscrições das chapas às eleições dos diretórios. Aqueles  que forem concorrer têm até o próximo dia 5 de março para se registrarem. Segundo o presidente, este é um momento em que a sigla aproveitará para discutir com os militantes o cenário político nacional. “A verdade é que o Brasil vive momentos muito difíceis para a democracia. Vamos aproveitar o pré-congresso e o congresso para fazer um debate em defesa da democracia e do país”, disse.

Direção regional

No Tocantins, o Processo de Eleições Diretas (PED) que vai eleger o Diretório e a Executiva da sigla será realizado entre os dias 5 e 7 de maio. Júlio Cesar adiantou ao site Conexão Tocantins que não disputará a reeleição ao cargo. Atualmente, conforme ele próprio confirmou, apenas o deputado estadual José Roberto Forzani divulgou seu interesse em disputar a presidência da legenda. Zé Roberto, inclusive, já deu início ao trabalho em busca de apoio no interior do Estado.

Presença no Tocantins

O partido é dirigido pelo Diretório Estadual, composto por 41 membros, escolhidos por meio do PED; pela Executiva Estadual, composta por 13 membros, escolhidos após a formação do Diretório; e pelo líder da bancada petista na Assembleia. Hoje, conforme Júlio César, a sigla tem 102 diretórios municipais eleitos pelo voto direto, “em processo de eleição democrática”. Em outros 13 municípios, o PTestá presente por meio de comissões provisórias. A meta, conforme o presidente, é chegar a ter diretórios municipais nos 139 município do Estado.

Lula Convoca a Militância

Em um vídeo publicado em sua página no Facebook, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) convoca os militantes da legenda para participarem dos congressos nos municípios, elencando o que considera motivos para que participem. Entre as razões citadas, a necessidade de “recuperar a imagem” do PT e, segundo ele, “defender o legado do partido que mais fez política social neste país”. Na avaliação do ex-presidente, o partido vem sendo “destruído” por seguidos ataques dos adversários, desde 2015, quando iniciou o processo do Mensalão. “O PT já foi mais do que atacado. Aliás, ninguém nunca foi tão atacado nesse país como o PT. E nós sobrevivemos. Ganhamos 2006, ganhamos 2010 e ganhamos 2014; e a destruição continuou até o impeachment da presidenta Dilma [Rousseff]”, diz Lula.

Num discurso emocionado, Lula diz que o Brasil nunca precisou tanto dos militantes petistas. “Compareça, compareça em massa no seu município. Vote para os delegados. Vamos fazer um grande encontro municipal, um grande encontro estadual, para que a gente faça um grande encontro nacional do povo trabalhador desse país  e do povo petista”, diz o ex-presidente.

Confira aqui a convocação do ex-presidente Lula.