Polí­tica

Foto: Divulgação

Após o anúncio do aumento de 17% nas passagens do transporte público de Palmas, o vereador professor Junior Geo (PROS) e o vereador Leo Barbosa (SD) juntaram-se para tentar impedir o reajuste. A ideia é recolher assinaturas para enviar aos órgãos competentes e propor uma Ação Civil Pública. “Estamos coletando assinaturas nas estações de ônibus, nas universidades, em cursinhos, colégios e diversos estabelecimentos comerciais”, explicou Geo.

A passagem deve passar de R$ 3,00 para R$ 3,50, no próximo mês de junho. O vereador Léo Barbosa diz que “por muito menos a população de São Paulo foi às ruas e deu um grito de ‘basta’ e indignação a tantos aumentos e tributos”. Segundo Léo Barbosa, é preciso utilizar a democracia para garantir os direitos do cidadão e impedir que a sociedade viva para pagar tributos.

Segundo Geo, o aumento de 17% torna inviável a mobilidade de muitos trabalhadores e estudantes. "Trabalhadores e estudantes que não têm condições de chegar ao local de trabalho e/ou estudo sem o transporte público. Vivemos um momento de crise e fomos surpreendidos com mais um aumento da tarifa sem nenhuma consulta à população”, justificou Junior Geo sobre a mobilização.

Qualquer pessoa pode assinar. As assinaturas também estão sendo recolhidas em ambiente virtual através do link: https://www.change.org/p/prefeitura-de-palmas-contra-o-aumento-da-tarifa-de-%C3%B4nibus-em-palmas-para-r-3-50