Polí­tica

Foto: Divulgação

O Recurso Especial Eleitoral nº 122086, que pede a cassação do governador do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), e sua vice, Cláudia Lelis (PV) pode ir à julgamento nessa terça-feira, 28. O processo é um dos 44 que estão na pauta da próxima da sessão ordinária no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Movido pela  coligação "A Mudança Que a Gente Vê", do ex-­governador Sandoval Cardoso, e pelo Ministério Público Eleitoral, o recurso tem como relatora no Tribunal a ministra Luciana Lóssio.

No Recurso  Especial pesa contra o governador Marcelo Miranda a acusação de captação ilícita de recursos financeiros, ou caixa 2, durante a campanha eleitoral de 2014, na qual ele concorreu contra Sandoval Cardoso. Na época, a Polícia Civil apreendeu em um avião bimotor, em uma pista de pouso em Piracanjuba/GO, 87 km de Goiânia/GO, um montante no valor de R$ 500 mil e milhares de panfletos políticos de Marcelo Miranda. Na oportunidade, quatro  pessoas foram presas e a suspeita levantada foi de caixa dois de campanha.

O Ministério Público Eleitoral  e a coligação opositora moveram ação pedindo a cassação do governador e sua vice, Cláudia Lelis (PV), e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu,em agosto de 2015, pela não cassação dos mandatos, por 4 votos a 2.  Assim, a coligação e o Ministério recorreram ao TSE, onde o processo será julgado.

Confira aqui tudo o que foi publicado sobre o caso.