Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO) apresentou uma emenda ao Projeto de Lei 5274/16 que amplia os câmpus da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT). A criação da Universidade está em tramitação na Comissão de Educação da Câmara dos Deputados.

Na proposta do Poder Executivo, a nova universidade será desmembrada dos câmpus da Universidade Federal do Tocantins de Araguaína e Tocantinópolis. Pela emenda da Professora Dorinha, além de integrar Araguaína e Tocantinópolis à UFNT, também ficam criados os câmpus de Xambioá, Colinas do Tocantins, Filadélfia e Guaraí.

A deputada justificou que a implantação desses câmpus promoverá o acesso da população ao ensino superior, especialmente, os estudantes de baixa renda, o que contribuirá para inclusão social e democratização do ensino. “Além do mais, a qualificação profissional, promoção do conhecimento, desenvolvimento do ensino e pesquisa da população estimulará efetivamente o desenvolvimento econômico e social da região”.

A criação da UFNT atenderá à necessidade de expansão do ensino superior na região Norte do Estado. A Universidade beneficiará cerca de 1,7 milhão de habitantes, abrangendo 66 municípios do Tocantins, Pará e Maranhão.