Polí­cia

Foto: Divulgação

Policiais Civis da Delegacia Especializada na Repressão aos Crimes Praticados contra Concessionárias de Serviços Públicos (Derfae) efetuaram, na tarde da última terça-feira, 11, a prisão em flagrante de Gustavo G. T., 56 anos, pela prática do crime de Furto de Energia Elétrica.

Conforme o delegado Elírio Putton Júnior, responsável pelo caso, após buscas realizadas no imóvel do suspeito, que funciona como consultório odontológico e residência, foi constatado pelos policiais civis que o suspeito estava utilizando energia elétrica, através de uma ligação direta entre a rede de distribuição e seu imóvel.

De acordo com a autoridade policial, fiscais da Energisa estiveram no local, na última sexta feira e, ao verificarem a existência de adulteração no medidor, fizeram a apreensão do equipamento e alertaram a polícia civil sobre o fato.

Após a retirada do medidor, que estava adaptado para registrar um consumo menor de energia, Gustavo Garcia efetuou uma ligação clandestina diretamente na rede. Com a constatação do furto de energia, praticado pelo indivíduo, policiais da Derfae realizaram a prisão em flagrante do mesmo.

Após a lavratura do flagrante, o suspeito pagou a quantia estabelecida como fiança, pela autoridade policial e, com isso, ganhou o direito de responder o processo em liberdade. Para o delegado de polícia, Elírio Putton, “o fato chamou atenção, por estar ocorrendo em uma área (204 sul, antiga Arse 21) conhecida por possuir imóveis e estabelecimentos de alto padrão na capital”, declarou.

O titular da Derfae, alerta que “o prejuízo financeiro desse tipo de crime não é arcado somente pela companhia, mas em parte esse custo é repassado para o cidadão de bem. Além disso, é grande o risco de acidentes fatais que são causados por essas ligações clandestinas”, finaliza.

Por: Redação

Tags: Derfae, Polícia, Polícia Civil