Polí­tica

Foto: Divulgação

Durante sessão ordinária realizada na manhã desta terça-feira, 18, o vereador Filipe Fernandes (PSDC) anunciou oficialmente a sua saída do bloco parlamentar que compõe a base governista do prefeito Carlos Amastha (PSB), na Câmara de Palmas. “Eu quero aqui hoje, me expressar diante da população, e diante dos 1418 votos que, apesar de ter sido o penúltimo colocado nas eleições, me concederam o privilégio e honra de representar a população de Palmas neste parlamento. Em uma atitude pensada, estou me desligando da base do atual gestor de Palmas”, esclareceu o parlamentar.

Em seu pronunciamento, Filipe Fernandes, deixou claro que não faria um discurso criticando a atual gestão, “eu não estou aqui para reclamar, para brigar, para usar de palavras grosseiras, mas sim estou aqui hoje para expor o meu posicionamento. Eu não estou aqui para fazer oposição impensada, ou ficar fazendo ataques indevidos, quero auxiliar a gestão em tudo aquilo que for devido, mas vou discordar do que não considerar devido para o benefício da nossa população”, explicou Filipe Fernandes.

Sobre as especulações de que estaria saindo da base por falta de cumprimento de acordos, Fernandes esclareceu que não fez nenhum tipo de acordo com a gestão, “o atual prefeito não me deve nada, por isso não há nada que eu possa vir a lhe cobrar. Torço de coração para que o prefeito faça a melhor gestão que Palmas já pode ter. Em nenhum momento me refiro ao Carlos Amastha como pessoa, mas sim como prefeito, pois esse é o cargo que ele ocupa, e estando eu ocupando o cargo de vereador a minha obrigação é buscar formas de auxiliar a comunidade, e se a gestão trabalhar bem, não serei eu quem irá criticar”, ressaltou o parlamentar.

Ao finalizar o seu discurso o parlamentar afirmou que não fará oposição cega, “a minha posição será pautada de forma raciocinada, coerente e retilínea, estou deixando a base por desencontro de ideais. Durante a minha vida inteira eu sempre preguei um posicionamento e não podia mudar a minha postura agora. Desejo que esse parlamento a cada dia que passe seja um parlamento forte e respeitado. Peço a Deus que nos ilumine e nos dê o direcionamento para seguirmos pelo caminho da verdade, o caminho correto a seguir, independente de sermos base ou oposição”, concluiu o vereador.