Campo

Foto: Divulgação

Com o objetivo de alinhar e padronizar as ações executadas nas 23 barreiras zoofitossanitárias do Estado do Tocantins, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) promoveu uma reunião com chefes locais, supervisores e delegados regionais de serviços, nesta segunda-feira, 24, em Palmas. Na oportunidade, também foi apresentado o Plano Nacional para tornar o País livre de febre aftosa sem vacinação, até 2021.

De acordo com o presidente da Adapec, Humberto Camelo, as fiscalizações realizadas nas barreiras têm um papel fundamental na sanidade agropecuária, pois têm a função de proteger o Estado contra entrada de doenças e pragas que podem colocar em risco o patrimônio sanitário animal e vegetal. “O encontro é uma oportunidade de alinharmos todas as ações, para que sejam executadas de forma mais eficiente e eficaz, bem como, apresentarmos o Plano da retirada da vacinação, e enfatizarmos a importância da intensificação da vigilância ativa nos postos fixos”, disse.

A diretora de defesa, sanidade e inspeção animal, Regina Barbosa, apresentou uma análise dos relatórios das últimas auditorias, realizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e das supervisões feitas pela Agência. “Nosso intuito é evitarmos incoerências no preenchimento de documentos, nas formas de abordagens, e principalmente, nas fiscalizações realizadas nestes postos”, destacou.

A chefe local do município de Alvorada, Daniela Helena Carvalho, considerou a reunião produtiva, pela possibilidade de atualizar as informações, que vão desde legislações até as normas de postura dos servidores. “É uma forma dinâmica de trocarmos informações, atualizarmos os conhecimentos, e assim, melhorarmos nossa forma de atuação”, ressaltou.

Na ocasião, foram ministradas palestras sobre a área administrativa, trânsito animal e vegetal, e mesa redonda de encerramento.