Campo

Foto: Divulgação

A Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec) anuncia que, na última quinta-feira, 20, foi aberta a janela para plantio de sementes de soja nas várzeas tropicais tocantinenses, na região que compreende os municípios de Lagoa da Confusão, Pium, Formoso do Araguaia, Guaraí e Dueré. O prazo segue até o dia 15 de junho, segundo a portaria n° 164 de 02 de maio de 2016.

O plantio de soja nas várzeas tropicais é autorizado pela Agência neste período, porém, só pode ser utilizado para fins de produção de sementes ou pesquisa. “O Tocantins possui esta excepcionalidade de produzir sementes de grande qualidade na entressafra, graças as nossas condições climáticas, e a Adapec como órgão de controle sanitário vai realizar durante toda a safra o monitoramento de pragas,” disse o presidente da Adapec, Humberto Camelo.

O responsável técnico do programa de grandes culturas da Adapec, Cleovan Barbosa, disse que os produtores deverão informar à Agência o plantio na condição de excepcionalidade. “O cadastro da lavoura é obrigatório e o produtor deve fazê-lo nos escritórios do órgão no Estado, devendo primeiro realizar o download dos documentos no site da Adapec www.adapec.to.gov.br, preenchê-los e depois entregá-los”, disse Cleovan Barbosa, acrescentando que o plantio de soja nas demais regiões do Estado continua proibido, conforme prevê a legislação.

O gerente de Sanidade Vegetal da Adapec, Marley Camilo, disse que para garantir a segurança fitossanitária e o controle de pragas, a Adapec monitora permanentemente toda a área plantada nas várzeas tropicais desde a semeadura até a colheita que finaliza até 10 de outubro.

Em 2016, foi plantada na entressafra uma área de 54.006 hectares de soja-semente nas várzeas tropicais, com um total de 1.398 amostras fiscalizadas nos cinco municípios que plantam na excepcionalidade, sendo envolvidos 36 inspetores de Defesa Agropecuária na ação.