Campo

Foto: Luciano Ribeiro

Flores tropicais, arranjos, hastes, vasos de plantas e tudo o que é comercializado na Central de Flores de Palmas, estará também exposto, para comercialização, na Feira de Tecnologia Agropecuária (Agrotins 2017). A atividade produtiva é direcionada para a agricultura familiar e se expande cada vez mais no Tocantins. O espaço próprio para divulgação e comercialização dos produtos é mais um incentivo da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), para os produtores e associados da Central de Flores Tropicais.

Com o tema “Água, Sustentabilidade da Vida” e o slogan “Os desafios de produzir frente às mudanças climáticas”, a Agrotins 2017 começa nesta terça-feira, 09, e segue até dia 13, no Centro Agrotecnológico de Palmas. O evento deve atrair cerca de 100 mil visitantes.

Esse ano uma estrutura está sendo montada, em especial, para que os associados mostrem o potencial e a expectativa de produção de flores tropicais no Tocantins. São produtos para decoração e paisagismo para jardins e pergolados, mudas de flores e frutíferas, vasos decorativos, e outros. “A Agrotins é uma excelente vitrine para a divulgação dos produtos, e ainda possibilita troca de contatos para conquista de novos clientes”, afirma a produtora e empresária de flores tropicais Aline Yamada.

De acordo com Aline Yamada, as flores duram de 7 a 10 dias. “Os cuidados são poucos, água limpa e corte do caule em dias intercalados, assim as flores duram mais”, explicou. “Durante a feira, os interessados podem comprar flores a partir de R$ 3,50 ou fazer encomendas de arranjos mais elaborados”. Ainda segundo Aline, cerca de 20 associados estarão expondo este ano. “Os associados estão muito unidos e isso tem melhorado a comercialização”, afirma.

No Tocantins, as principais espécies cultivadas são as helicônias, bastões do imperador, gengibres ornamentais, musas, alpínias, antúrios, dracenas, cordyllines, crótons, jasmins, entre outras. O Estado apresenta um grande potencial para a produção destas espécies devido às condições favoráveis de solo e clima.

Dia das Mães

A engenheira ambiental da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Eliane Lagares ressaltou que a época é bem propícia para comercialização dos produtos, visto que a Agrotins acontece numa época próxima à comemoração do dia das mães, no domingo 14 de maio. “As pessoas querem presentear suas mães e mulheres e terão a oportunidade de comprar desde uma haste de flor, vasos e plantas, ou mesmo arranjos de flores”, sugere.

Para ela, a participação da Central de Flores Tropicais na Agrotins 2017 é fundamental, pois a cultura de flores tropicais está em franca expansão no Tocantins. “É uma cultura muito rentável, pode garantir até 200% de lucro em determinada época do ano, e a atividade é uma forma de incentivar o agricultor a ter mais uma fonte de geração de renda e lucro”, afirma.

A Agrotins é uma realização do Governo do Estado do Tocantins, por meio da Seagro e vinculadas (Adapec, Ruraltins e Itertins), e subsecretarias em parceria com instituições públicas, iniciativa privada e entidades de classe ligadas ao setor produtivo.