Cultura

Foto: Divulgação Imagem do documentário Imagem do documentário "Deixa a Chuva Cair”

A segunda semana da mostra de cinema do CineSesc, tanto de Palmas/TO, quanto de Gurupi/TO, e que contempla a programação audiovisual do Sesc Amazônia das Artes 2017, segue nos dias 11 e 13 de maio. 

Os filmes a serem exibidos são: “Deixa a chuva cair” (Piauí/2016); “Encantes – histórias de Laranjal de Maracá” (Amapá/2015); “Banho de cavalo” (Rondônia/2016); e “Pedaços de pássaros” (Pará/2016). As sessões sempre às 16h e 19 horas. A entrada é gratuita.

Confira os filmes da segunda semana da Mostra CineSesc no Amazônia das Artes:

"Deixa a chuva cair” – 2016 (26min). Direção: Juscelino Ribeiro. Gênero: documentário. Nacionalidade: Brasil. Classificação: livre. Na última década, um histórico conflito entre gangues tem se agravado, comprometendo seriamente o futuro de uma juventude inteira da região do Promorar, na zona Sul de Teresina. Com o intuito de por um fim à violência entre os jovens, os rappers Preto Kedé, Lu de SantaCruz e Aliado Negro criaram A Irmandade. Aos poucos, o grupo que sempre cantou sobre o cotidiano das comunidades passou a abordar também questões como proximidade com o crime, expansão das drogas e preconceito para com os moradores das periferias, além de denunciar casos de racismo e truculência por parte de policiais militares. Em uma manhã de agosto, uma canção de desabafo cheia de ira caiu como uma bomba nas mãos da mídia, da polícia e, principalmente, dos próprios músicos. 11/05 – 19h – Palmas e Gurupi

"Encantes – histórias de Laranjal de Maracá” – 2015 (20min). Direção: Cassandra Oliveira. Gênero: documentário. Nacionalidade: Brasil. Classificação: livre. Seu Raimundão guarda as memórias do trabalho que fez nas cavernas, transportando as urnas que tinham a “estatura de um cristão”. Sabá lembra que quando era criança via muitas “tigelas” na mata, mas não sabia o valor que aquilo tinha. Dona Santinha fala do dono do “Buracão” e dos encantados de um lugar “misurento”. Enquanto estes personagens contam suas histórias, memórias e lendas, a vida da comunidade de Laranjal do Maracá, no sul do Amapá, segue mesclando a relação material com as cavernas do entorno da comunidade, que ainda guardam objetos arqueológicos e a reprodução simbólica dos seres encantados que habitam estes lugares sagrados.
11 e 13/05 – 19h – Palmas e Gurupi  

"Banho de cavalo” – 2016 (6min). Direção: Francis Madson e Michele Saraiva. Gênero: experimental. Nacionalidade: Brasil. Classificação: 10 anos. Banho de Cavalo é uma sucessão de micronarrativas poéticas sobre uma árvore (Castanheira), uma Amazônia, corpos e sujeitos como invenções de determinados pensamentos hiperbolizado da região. 13/05 – 19h – Palmas e Gurupi

"Pedaços de Pássaros" – 2016 (13min). Direção: Andrei Miralha e Marcílio Costa. Gênero: documentário. Nacionalidade: Brasil. Classificação: livre. O pássaro como metáfora das relações do homem no mundo contemporâneo. Fragmentos, pedaços da vida cotidiana abordados poeticamente. 13/05 – 19h – Palmas e Gurupi