Estado

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) e o Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO) encaminharam nota à imprensa lamentando o falecimento na manhã deste sábado, 20, do médico ginecologista e obstetra, João de Deus. 

O médico deu entrada no Hospital Geral de Palmas (HGP) depois de sofrer uma parada cardíaca e foi atendido pelo serviço de urgência e emergência, mas, mesmo com os esforços dos profissionais, não resistiu e foi a óbito. O corpo foi encaminhado ao Serviço de Verificação de Óbitos (SVO).

Segundo a Sesau, o médico estava no serviço público estadual desde 1994 e atendia no Hospital e Maternidade Dona Regina desde 1999, onde era um dos profissionais de referência. "Aos seus familiares e amigos, a Saúde Tocantins expressa solidariedade neste momento de dor". 

O deputado estadual Wanderlei Barbosa afirmou que recebeu com tristeza a notícia do falecimento do médico. "Imensa tristeza a trágica notícia para nossa medicina, a morte do médico ginecologista, Dr. João de Deus. Lamento o falecimento", disse o deputado em nota.

João de Deus era mato-grossense, nascido na cidade de Itaporã, tinha 55 anos e era um profissional reconhecido por sua competência técnica e excelente relacionamento com pacientes e amigos. 

O velório do médico terá inicio às 17 horas, no auditório do CRM-TO.