Polí­tica

Foto: Divulgação

Na tribuna da Câmara de Palmas, nesta quarta-feira, 14, o vereador Lúcio Campelo (PR) criticou o uso de ações e da máquina do governo municipal de forma, segundo ele, eleitoreira. Após conversar com comerciantes da Praia do Cajú que faziam-se presente na sessão, o parlamentar informou que a resposta da Prefeitura de Palmas para os barraqueiros é de que a entrega da obra de infraestrutura da Praia ocorrerá sob a definição do vereador Tiago Andrino (PSB). 

Diante disso, Campelo criticou a postura do Executivo de Palmas que, conforme sua avaliação, está fazendo política com o dinheiro público. ‟Estou vendo acontecer isso agora em Taquaralto. A Prefeitura com R$ 4 bilhões de orçamento em quatro anos, da noite para o dia, resolve fazer o ‟Shopping a Céu Aberto”. Hoje cedo recebi um grupo lá em casa que disse que a Prefeitura ainda não reuniu pra mostrar como vai ser o projeto. Eu disse: calma, eles estão preparando, porque como eles queriam levar com a barriga e nós fomos pra tribuna e anunciamos que não tinha o pré-projeto, eles estão fazendo”, avaliou Lúcio. 

Lúcio alegou que as ações estão sendo realizadas com foco nas eleições de 2018 e que o governo municipal está utilizando os serviços públicos, hora deixando de cumprir, hora prometendo, objetivando o voto. Campelo enalteceu a atuação dos barraqueiros que mesmo com dificuldades prestam atendimento de qualidade na praia e que precisam e merecem de apoio para alavancar suas atividades comerciais. Ele chamou atenção para a necessidade de haver planejamento com soluções para que os comerciantes de Taquaralto não sejam lesados como os barraqueiros estão sendo. ‟É pedir muito que a Prefeitura cumpra com aquilo que ela estabeleceu como programa, como projeto?”, questionou o vereador.