Campo

Foto: Divulgação

Alta de 9% no preço médio da tilápia inteira e pequena queda de 0,1% no preço médio do filé dessa espécie quando comparam-se os primeiros trimestres deste ano e de 2016. Essa é uma das conclusões de acompanhamento que a Embrapa Pesca e Aquicultura (Palmas-TO) recentemente publicou. Para chegar aos números, foram consultados 385 estabelecimentos comerciais de cinco estados (São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Ceará) e do Distrito Federal. Os preços foram pesquisados em supermercados e peixarias entre 18 de janeiro e 21 de março deste ano. A publicação é de autoria de Renata Barroso e Andrea Muñoz, da Embrapa Pesca e Aquicultura, juntamente com a estagiária Daniela Lima, da mesma instituição.

Em média, o preço do quilo de tilápia inteira foi de R$ 14,44. No Paraná, foi constatado o maior preço médio (R$ 17,66) dos seis locais estudados. Essa colocação mantém a tendência de este ser o estado com preço médio mais alto para esta categoria do peixe; em 6 dos 11 trimestres pesquisados, os paranaenses estiveram à frente. De acordo com a publicação, “provavelmente, o alto preço da tilápia inteira do Paraná se deve ao perfil industrial do mercado da tilápia no estado, com predominância de produtos processados, dos quais o principal é o filé”. Na outra ponta do ranking, durante o primeiro trimestre esteve o Distrito Federal, que apresentou preço médio de R$ 12,08 por quilo de tilápia inteira.

Já o preço médio do filé de tilápia, nos seis locais estudados no período, foi R$ 35,61. O Rio de Janeiro teve o maior preço médio (R$ 40,51). Foi a terceira vez que o estado apresentou preço médio mais alto nesta categoria; à sua frente, está São Paulo, que teve o maior preço médio em seis dos 11 trimestres pesquisados. As autoras afirmam, no estudo, que “a alta de preços do filé da tilápia no mercado carioca é mais expressiva do que no mercado paulista e pode ter suas causas no transporte e na comercialização, já que aquele estado não é produtor de filé”. O preço médio mais baixo do filé de tilápia foi constatado no Ceará, com R$ 33,21 o quilo.

Com relação ao mercado externo, no primeiro trimestre de 2017 foram exportadas 182 toneladas de filé de tilápia, que geraram um volume de U$ 1,3 milhão. Todo esse peixe teve como destino os Estados Unidos. Em comparação com o mesmo período de 2016, houve queda tanto no volume exportado (foram 188 toneladas ano passado) como no valor por quilo (de U$ 7,8 em 2016 para U$ 7,3 neste ano).

Projeto de pesquisa

Estas e outras informações estão disponíveis na 10ª edição do informativo “Mercado da Tilápia”, um dos produtos do projeto de pesquisa “Indicadores socioeconômicos do desempenho da produção de tilápia no Brasil”, coordenado desde 2015 por Renata. Acesse a publicação neste link; a relação com todas as edições do informativo pode ser acessada aqui; e informações sobre o projeto estão disponíveis neste link. Também como produto do projeto, acontecerá em Palmas entre os dias 27 e 29 de junho seminário que vai apresentar resultados a que a equipe, que envolve diversos parceiros, chegou. Confira aqui notícia sobre o evento, que já não tem inscrições disponíveis.

Por: Redação

Tags: Embrapa, Tilapia, campo