Educação

Foto: Divulgação A secretária Wanessa Sechim e Claudia Forte falaram da importância do programa para a formação dos estudantes A secretária Wanessa Sechim e Claudia Forte falaram da importância do programa para a formação dos estudantes

A titular da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), professora Wanessa Zavarese Sechim, esteve no Rio de janeiro, na terça-feira, 11, participando das gravações do programa Salto para o Futuro, da TV Escola. A gestora foi convidada para apresentar os resultados do Programa de Educação Financeira, no qual o Tocantins é referência nacional. Também participou da gravação, a superintendente da Associação de Educação Financeira no Brasil (AEF-Brasil), Claudia Forte.

O Programa de Educação Financeira é desenvolvido no Tocantins desde 2010. Só neste ano, estão sendo beneficiados mais de 155 mil alunos do ensino médio e fundamental nos 139 municípios do Estado. A educação financeira tem como objetivo conscientizar os estudantes e, por meio deles, seus núcleos familiares, sobre a importância do planejamento financeiro para o desenvolvimento de uma relação equilibrada com o dinheiro, a fim de tomarem decisões acertadas sobre finanças e consumo.

Para a professora Wanessa, compartilhar o sucesso do programa com gestores escolares e educadores é uma forma de contribuir para a formação de qualidade dos estudantes brasileiros. “É um honra socializar a experiência do Tocantins em educação financeira. Temos trabalhado a temática como estratégia, como tema transversal no currículo do aluno da educação básica em uma abordagem de forma lúdica, prazerosa para os estudantes”, ressaltou.

Material Didático

Para potencializar os resultados do programa no Estado, a Seduc distribuiu material pedagógico para os estudantes e educadores que atuam no programa. “Com o material de apoio, mostramos para o professor as possibilidades de trabalhar a educação financeira com crianças, adolescentes e jovens, construindo competências e habilidades, para que nossos alunos possam prosseguir os estudos e realizar seus sonhos sabendo como lidar com as finanças desde cedo”, enfatizou.

Formação de professores

Segundo a gestora, os resultados do programa no Tocantins são também motivados pelas formações oferecidas aos professores. “A formação de professores é um ponto chave do programa”, ponderou. Neste ano, mais 90 professores e técnicos das 13 Diretorias Regionais de Educação (DREs), estão sendo beneficiados pelo Curso de Formação da Educação Financeira, realizado em parceria com a Universidade Federal do Tocantins (UFT) e a Associação de Educação Financeira no Brasil (AEF-Brasil). O curso é composto por dois módulos comuns e sete específicos, desenvolvidos na modalidade semipresencial, com carga horária de 194 horas.

Durante a gravação da TV Escola, Wanessa Sechim destacou ainda a adesão dos educadores da rede estadual de ensino. “Em toda a rede de ensino são mais de 1.270 professores atuando no programa de Educação Financeira e isso por adesão. Nós temos, no mínimo, três professores por escola que optaram por trabalhar a educação financeira. Acreditamos que essa implantação de forma flexível, não imposta, foi uma das razões para o programa ter sido tão bem acolhido por professores de todas as áreas, não apenas das exatas, mas de acordo com a afinidade, com a temática e o interesse em contribuir ainda mais com a educação tocantinense”, revelou.

A inclusão da educação financeira no Plano Estadual de Educação, também foi apontada pela secretária como primordial para que o Tocantins se torne referência para os demais estados da federação. “O Plano Estadual da Educação, que foi construído a muitas mãos e com a participação de todos os segmentos da área, traz a educação financeira como estratégia para alcançar a meta de melhorar a qualidade da educação tocantinense”, frisou Wanessa. 

Valorização do professor

Na oportunidade, ela fez questão de valorizar o papel dos educadores no desenvolvimento do programa.  “É o professor que faz a educação financeira acontecer, com o apoio dos coordenadores pedagógicos, dos gestores das escolas e dos técnicos das Regionais que atuam como multiplicadores, no acompanhamento e na avaliação do programa. Agradecemos o apoio e parabenizamos pelo excelente trabalho que tem colocado o Tocantins em destaque por conduzir esse trabalho de forma interdisciplinar e transversal com excelência”, destacou a professora Wanessa Sechim.