Educação

Foto: Divulgação Equipe brasileira na Olimpíada de Matemática do Cone Sul conquistou quatro medalhas Equipe brasileira na Olimpíada de Matemática do Cone Sul conquistou quatro medalhas

O tocantinense Bruno Barros de Sousa participou da XXVIII Olimpíada de Matemática dos Países do Cone Sul, em Guayaquil, no Equador, e faturou uma medalha de ouro. Na competição, o Brasil alcançou duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. A competição foi realizada no período de 15 a 21 de agosto.

Bruno é de Xambioá e ganhou sua primeira medalha de ouro quando era aluno da Escola Paroquial São Miguel e ao longo de sua vida estudantil, vem acumulando medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática e na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP).

Nessa competição internacional, o Brasil alcançou duas medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze. Foram medalhistas brasileiros, o estudante Bernardo Peruzzo Trevizan, de Canoas, Rio Grande do Sul (ouro), Marcelo Hippolyto Peixoto, de Fortaleza, Ceará (prata) e Mariana Bigolin Groff, da cidade de Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul (bronze) e o Bruno Sousa.

 A Olimpíada de Matemática do Cone Sul uma competição internacional destinada a estudantes dos países da América do Sul. Participaram da edição 2017, alunos dos países Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai.

As competições de Matemática têm o objetivo de proporcionar aos jovens oportunidades para demonstrarem suas habilidades em Matemática, troca de conhecimentos e reforçar os contatos interculturais entre alunos da educação básica.