Educação

Foto: Manoel Lima Exame permite que jovens e adultos obtenham a certificação do ensino fundamental e médio Exame permite que jovens e adultos obtenham a certificação do ensino fundamental e médio

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o número de inscritos para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2017.  No Tocantins, 23.887, pessoas se inscreveram para a edição de 2017 da avaliação. Em todo o País foram 1.573.862 inscritos. As provas serão aplicadas no dia 22 de outubro em 12 municípios tocantinenses.

O principal objetivo da avaliação é aferir competências, habilidades e saberes de pessoas que não conseguiram concluir o ensino fundamental ou o ensino médio na idade correta. O Encceja é realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e no Tocantins conta com a parceria da Secretaria de Estado da Educação Juventude e Esportes (Seduc) para oferecer a certificação dos participantes ou emitir a declaração parcial de proficiência, com base nos resultados do exame.

Segundo o gerente de Avaliação da Aprendizagem da Seduc, Emerson Azevedo Soares, “o exame permite o aumento da escolaridade por meio da certificação, um importante passo para aqueles que querem fazer um curso técnico e ainda não concluíram o ensino fundamental ou médio. O Encceja representa uma nova chance de retomar os estudos ou de entrar para o mercado de trabalho”, enfatizou.

Provas

No Tocantins, o exame acontecerá nos municípios de Araguaína, Araguatins, Arraias, Colinas do Tocantins, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Miracema do Tocantins, Palmas, Paraíso do Tocantins, Porto Nacional e Tocantinópolis.

As provas para o ensino fundamental acontecerão no turno matutino das 8h às 12h, avaliando as áreas de Ciências Naturais; e história e geografia. No turno da tarde, das 14h30 às 19h30, será a vez de testar os conhecimentos dos candidatos em língua portuguesa, língua estrangeira moderna, artes, educação física e redação e matemática.

Para o ensino médio, as provas acontecerão das 8h às 12h com as áreas Ciências da Natureza e suas tecnologias; Ciências Humanas e suas tecnologias. No período da tarde, as provas acontecerão das 14h30 às 19h30 com as áreas de Linguagens, Códigos e suas tecnologias e redação; Matemática e suas tecnologias. 

Encceja para Privados de Liberdade

O Encceja também beneficia pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Encceja PPL).  Para este público, as inscrições podem ser feitas até 8 de setembro, no site do Inep, pelos responsáveis pedagógicos das unidades prisionais e socioeducativas.

Para quem busca obter a certificação para o ensino fundamental é necessário ter, no mínimo, 15 anos de idade. Já aqueles que pretendem receber o certificado de conclusão do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos. Os candidatos com mais de 18 anos e que não tiverem concluído o ensino fundamental podem também optar por prestar o Encceja PLL direto para o ensino médio.

As provas do Encceja PPL 2017 serão aplicadas em 24 e 25 de outubro, nas próprias unidades prisionais e socioeducativas. O exame será dividido em quatro provas objetivas, com 30 questões de múltipla escolha, além de redação.