Educação

Foto: Marcos Filho

Promover a inclusão social de deficientes auditivos e capacitar os servidores públicos municipais para um atendimento de qualidade, tornando Araguaína uma cidade inclusiva em todos os departamentos públicos municipais. Esses são os objetivos principais do projeto que a Prefeitura vem desenvolvendo para os profissionais que atuam nos órgãos públicos municipais, com a oferta de Curso da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Foram disponibilizadas 45 vagas e a primeira turma começou no último dia 23. Serão 40 horas/aula que seguem até final de outubro. As aulas são realizadas nas segundas, terças e quartas-feiras, no período das 16 às 17h30, na sede da Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação.

Durante o curso, os alunos verão alfabeto e numerais manuais; membros familiares; sinais relacionados a meios de comunicação; dinâmicas e Libras em contextos voltados aos atendimentos nas especificas áreas da secretaria além de atividades de integração com a comunidade surda.

Aulas

A ação teve início com aulas para os servidores que trabalham na Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação, e depois seguirá para outras secretarias. “O plano de ação que a Central de Interpretação de Libras elaborou para esse ano de 2017 contempla os funcionários para estarem desenvolvendo uma comunicação com surdos e surdos-cegos a que vierem buscar informações e ajuda na secretaria”, explicou Edla Alencar, responsável pela Central de Libras na cidade.

Ainda de acordo Edla, a partir desta capacitação aos servidores, o atendimento para o público-alvo na secretaria terá um grande avanço. “Esses profissionais que em seu dia a dia precisam estar mobilizados aos programas governamentais e municipais estarão capacitados para receber esse público, não causando constrangimento aos funcionários e nem aos surdos em seu atendimento”, completou.

Na Educação

A atual gestão também está investindo na formação dos professores para atenderem aos alunos com surdez matriculados na Rede Municipal de Ensino por meio da Diretoria de Ensino Especial. Esses profissionais passaram por capacitação no uso de Libras.

O Curso de Libras ofereceu elementos para a sensibilização, a discussão e o posicionamento crítico sobre a realidade e necessidade de um educando com surdez como parte integrante da sociedade. Com essa ação, a Prefeitura de Araguaína pretende ampliar as políticas públicas do município para a inclusão social.

Mais inclusão

A Prefeitura ainda conta com o Núcleo de Apoio Pedagógico aos Deficientes Visuais de Araguaína. O departamento vinculado à Diretoria de Ensino Especial tem por missão apoiar e favorecer a inclusão escolar e social dos cegos. O núcleo ainda é responsável por produzir recursos e matérias acessíveis em Braille e relevo para adequação das atividades pedagógicas aos estudantes cegos ou com baixa visão. O núcleo realiza ainda cursos de braile, orientação e mobilidade, além da formação de professores.

Por: Redação

Tags: Araguaina, Libras, Prefeitura de Araguaina