Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada federal professora Dorinha Seabra Rezende (Democratas/TO) prestigiou nesta quinta-feira, 14, o evento de assinatura da ordem de serviço para o início da construção que ligará Tocantins e Pará, em Xambioá. O evento contou com a presença do presidente Michel Temer (PMDB), o ministro do Transportes Maurício Quintela, o governador Marcelo Miranda, entre outras autoridades tocantinenses.

“Essa ponte se tornará uma importante integração entre a hidrovia Tocantins-Araguaia e a ferrovia Norte-Sul. Atualmente, a travessia no trecho ainda é realizada por meio de balsas, o que dificulta o escoamento da produção da região.  É um sonho antigo dos municípios do Norte do Estado como Ananás, Piraquê, Araguaína, Araguanã, Araguatins, Santa Fé do Araguaia e Aragominas e, especialmente, Xambioá”, disse a deputada. 

A ponte que será construída no trecho da BR-153 interligando os municípios de Xambioá e São Geraldo (PA), está sendo viabilizada por meio de emenda impositiva apresentada pela Bancada Federal do Tocantins. Essa emenda de bancada foi priorizada na Lei Orçamentária anual de 2016 para a execução em 2017.

O valor da licitação da ponte apresentado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) foi estimado em R$ 132 milhões. A execução da obra está prevista para ser feita no período de dois anos e será realizada utilizando-se de dois métodos construtivos: balanços em avanços sucessivos de aduelas de concreto armado e protendido e vigas pré-moldadas de concreto protendido.

A sua extensão projetada é de 1.727 m, sendo 1.500,0 m sobre o Rio Araguaia e 223,3 m sobre as margens do rio. Sua largura total será de 16,20 m, contando com duas faixas de tráfego de veículos e duas passarelas laterais, além dos dispositivos de segurança e de drenagem.