Polí­tica

Foto: Divulgação

A senadora Kátia Abreu criticou por meio de nota de repúdio encaminhada à imprensa, contratações de políticos pelo Governo do Tocantins. Segundo a senadora, de maio a setembro deste ano são mais de 350 contratos comissionados publicados no Diário Oficial do Estado.

Para Kátia, as contratações são imorais. "Não paga a data-base aos servidores, que é o básico, mas tem dinheiro para cabos eleitorais que apoiem este Governo do atraso e da ineficiência". 

Confira a nota na íntegra 

Nota de repúdio

A contratação desenfreada de políticos pelo Governo do Tocantins por todo o Estado é imoral. Não paga a data-base aos servidores, que é o básico, mas tem dinheiro para cabos eleitorais que apoiem este Governo do atraso e da ineficiência.

De maio a setembro deste ano são mais de 350 contratos comissionados publicados no Diário Oficial do Estado.

Diante do caos financeiro que se encontra o Estado temos o direito de saber e o Governo a obrigação de informar quem são essas pessoas, onde estão lotadas e quais suas funções. Contamos com o Ministério Público para exigir do Governo explicações.

Diante de operações e denúncias da PF e do MPF por todo o país e no Tocantins, o governador não teme nada. Age como se o Estado fosse sua propriedade privada. Como se estivesse acima da lei e das pessoas.

A situação é alarmante. Nesta semana não havia luvas cirúrgicas para os médicos salvarem vidas e mais de 270 pacientes com câncer esperam por cirurgia apenas no HGP.

Apesar disso, a contratação de cabos eleitorais em massa continua. Uma afronta às famílias do Tocantins.

Kátia Abreu

Senadora da República