Saúde

Foto: Divulgação

Não há como dissociar o mês de outubro da missão cor de rosa da Liga Feminina de Prevenção e Combate ao Câncer. No Tocantins, uma vasta programação, que inclui palestras, blitz educativas e eventos beneficentes, já está em execução e teve como ponta pé inicial uma “noite de massas”, realizada na sede do Sindifiscal. “Nossa meta para o outubro rosa é aumentar o leque da conscientização”, define o objetivo da campanha a presidente da Liga no estado, Xênia Pollyana Galvão. Segundo ela, apesar de que as ações da instituição são intensas durante todo ano, a evidência conquistada durante o outubro rosa  faz com que as pessoas “fiquem mais atentas e também incentiva mais doações”.

No entanto, aumentar a oferta de exames, remédios e donativos aos pacientes que dependem da ajuda da entidade também é o foco do trabalho realizado este mês. “Queremos pelo menos 200 exames preventivos, 40% a mais do que ofertamos mensalmente. Desde já as pacientes estão sendo agendadas e atendidas” pontua.

De acordo com a presidente, a liga “não tem fins lucrativos e não tem vinculo governamental”. Toda a renda é levantada em eventos que resultam do trabalho das voluntárias, bem como parcerias com empresas, órgãos e outras instituições. Os interessados em se tornar parceiros, seja através de doações ou voluntariado, devem entrar em contato através do telefone 3218-5526, que funciona de segunda a sexta em horário comercial.

A diretora secretária do Sindifiscal, Magaly Guedes, que é voluntária da liga, afirma que trabalhar pela prevenção e combate ao câncer de mama “resignifica a vida a cada ação. Trabalhar pelo próximo, da forma que a liga nos oportuniza, nos mostra o sentido de viver em comunidade.  Dizem que o que falta às mulheres é união. Mas nós estamos aí para mostrar o contrário. Mostrar que podemos sim nos unir pela realização de uma causa que é infinitamente maior que nossos interesses individuais”. Pondera.  

O presidente do Sindifiscal, Carlos Campos, convida outras entidades a apoiarem a causa de combate e prevenção ao câncer de mama. “Nós do Sindifiscal identificamos nesse trabalho  gestos diários de amor a mulheres que estão em situações vulneráveis em sua condição física e social. Todos que puderem dispor de recursos ou qualquer outro tipo de apoio, entidades ou autoridades do nosso Estado, devem aproveitar o outubro rosa e ajudar. Essa causa diz respeito a todos nós, pois nossas esposas, filhas e amigas também precisam de prevenção”.

 Sobre o trabalho desenvolvido, Xênia detalha que trata-se de “ ajudar quem contraiu o câncer de mama, ajudar as portadoras a serem diagnosticadas no início para ter chance real de cura, que chega a 90%, ou ainda ajudar  mulheres a não se tornarem portadoras”.

A presidente ressalta que a Liga está aberta e necessitando de parcerias e voluntariados. “Nosso trabalho é de formiguinha, mas nosso foco é crescer. Então estamos abertos e necessitando de parcerias, seja de empresas, órgãos ou voluntários; pessoas que não trabalham fora, pessoas que desempenham qualquer tipo de profissão e querem doar um pouco do seu tempo. Qualquer um que queira servir o próximo é bem vindo”.