Economia

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

A chegada da "Black Friday", evento que ocorrerá, na próxima sexta-feira, 24, é uma das datas de maior expectativa comercial, principalmente, para os fornecedores do setor de eletrônicos, que esperam comercializar um volume maior durante toda a sexta-feira e, em alguns casos a promoção, se estende durante todo o fim de semana.

O Procon/TO, por meio da gerência de Educação para o Consumo, alerta os consumidores sobre as inúmeras tentativas de fraudes advindo de  estabelecimentos virtuais, bem como as práticas enganosas, com a finalidade de induzir os consumidores ao erro, acreditando terem adquirido produtos por preços vantajosas, especialmente, nessa data.

Com o intuito de orientar o consumidor para evitar possíveis transtornos, o Procon/TO destaca alguns cuidados e atitudes essenciais para garantir uma compra mais segura e consciente como: pesquisar com antecedência, não comprar por impulso, observar a reputação do estabelecimento em que pretende comprar, ficar atento aos e­mails sites fraudulentos além de buscar nos sites informações básicas sobre o fornecedor. Guardar comprovantes de compra, se a aquisição for via internet, observar se a conexão é segura, verificar questões sobre frete e a política de troca e o direito de arrependimento também são cuidados primordiais que o consumidor deve praticar.

Comercio eletrônico

Para evitar problemas com os sites, principalmente de comércio de eletrônicos, o gerente de educação para o consumo do Procon/TO, José Santa Junior, esclarece que caso ocorra algum dano ou abuso de preços o consumidor deve, primeiramente, fazer contato com o fornecedor para a resolução da questão. Caso não de seja, devidamente, atendido, deve juntar toda a documentação da compra e dirigir-se ao órgão de proteção ao consumidor mais próximo, onde será aberto um processo administrativo com o intuito de sanar o problema.

“O consumidor deve ficar atento quanto à manipulação de preços, caso detecte qualquer irregularidade deve denunciar no número 151 para que a gerência de fiscalização do Procon faça averiguação “in loco””, esclareceu.

Atento a movimentação do comércio, o superintendente do Procon/TO, Nelito Vieira Cavalcante, conclama aos consumidores que tomem todas precauções necessárias antes de realizar suas compras  a fim de que,  posteriormente, essa aquisição não gere  um conflito entre consumidor e fornecedor.

Considerando que o modelo de compra via internet está entre os mais usados, o gestor do Procon/TO enfatiza que o consumidor deve ficar atento as  precauções apontadas, dentre elas, a confiabilidade do site em que pretende realizar as compras. “O consumidor precisa ser racional na hora de realizar suas compras para não virar alvo de golpistas. Nesse propósito o Procon tem constantemente realizado ações  de educação voltadas para o consumidor que a cada dia tem se mostrado  mais consciente de seus direitos e deveres”, avaliou.  

Confira aqui a lista de site que devem ser evitados e abaixo dicas para economizar e comprar com segurança.

Dica 1 - Selo de segurança da Black Friday e código de ética

Para ajudar os consumidores a escolher qual site é confiável para as compras da Black Friday, a organização da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico elaborou um selo oficial para identificar e evitar a ‘maquiagem dos preços’ por lojas online duvidosas, assim como um código de ética, que deve ser seguido pelos estabelecimentos cadastrados. Para conseguir o selo, os lojistas devem passar por inspeção da própria Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, que verifica possíveis irregularidades. Então vale ficar de olho, principalmente nesta dica para ter mais segurança.

Dica 2 - Faça o cadastro nos sites que vão participar da Black Friday

Todos os sites de compras pedem um cadastro interno para o pagamento e envio da mercadoria. Portanto, para evitar perder tempo, ou ser alvo de quedas de conexão no site, pelo grande fluxo de acesso no dia, é recomendado já fazer uma conta com antecedência. Tudo isso facilita as compras: no dia da oferta, basta fazer o login e confirmar as informações de pagamento.

Dica 3 - Prepare uma lista de desejos

Antes de comprar, vale fazer uma lista com todas as prioridades. Assim, você não corre o risco de esquecer algum produto importante e perder a oferta. Alguns sites tem essa opção, mas que pode ser no lápis e papel mesmo. Depois, basta começar a caçada pelo melhor preço.

Dica 4 - Segurança: conheça os sites não recomendados e evite problemas

Não quer ter dor de cabeça depois das compras? Então tenha em mãos quais são os sites não recomendados para compras online. A lista divulgada pelo Procon (sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php) ajuda bastante da hora de escolher em qual loja virtual comprar e mostra os sites podem ser uma cilada. 

Os golpes ocorrem com mais frequência na Black Friday, dia no qual os usuários fazem compras em maior fluxo e acabam acreditando na oferta mais baixa. Sempre escolha os sites de compras com as melhores recomendações: assim, o internauta tem mais garantias de receber o produto no prazo e em boas condições.

Dica 5 - Fique de olho: compare preços e confira a melhor oferta

Quando chegar o momento de fazer os cliques das compras, vale conferir se os preços realmente caíram e até selecionar a loja virtual com melhor valor. Para isso, alguns sites de buscas gratuitas como Zoom e Buscapé, além do Busca Descontos podem ajudar. Faça quantas pesquisas precisar para ter certeza da compra. 

Dica 6 - Aproveite para fazer as compras de Natal

A família é grande? Então aproveite a Black Friday para fazer suas compras de Natal e garantir uma boa economia nas festas de final de ano. Assim, é possível adquirir um bom presente com preço mais barato. Lembrando que os valores tender a aumentar nos dois últimos meses do ano, principalmente por essa correria nas lojas. Vale garantir as lembranças e presentões.

Dica 7 - Prepare o computador e Internet

Como na Black Friday o fluxo de acesso aos sites aumenta bastante, é comum haver quedas na conexão com a loja online. Portanto, lembre de garantir uma boa velocidade de Internet no seu computador, para facilitar ao abrir várias páginas. Além disso, uma dica é tentar acessar a loja por dois navegadores, como Firefox e Chrome, por exemplo: as vezes a resposta é melhor em um deles e você não perderá a chance de uma boa promoção. 

Dica 8 - Anote o horário das promoções

Apesar de quase todos os sites envolvidos na promoção ofertarem seus produtos em horários próximos, vale conferir na sua loja de destaque o horário do inicio das vendas. Assim, o usuário não corre o risco dos estoques esgotarem antes de comprar determinado equipamento. Também vale ficar de olho no fuso horário para não ter enganos.

Dica 9 - Conheça os sites participantes

Durante a Black Friday as irregularidades e enganações rolam na Internet. Para tentar fugir disso, conheça quais lojas estão realmente participando do evento. Assim, você não perde tempo nem cai em algum golpe. Segundo o site Reclame Aqui, os descontos devem ficar em torno de 30%. Então, desconfie de algum preço muito abaixo da concorrência.

Dica 10 - Denuncie irregularidades

Além disso, para denunciar irregularidades, o site Reclame Aqui oferece uma plataforma especialmente para a Black Friday, para que os consumidores relatem os problemas durante o evento. Basta acessar a página do Reclame Aqui e contar o que ocorreu. Lá também tem algumas dicas de como fugir das enganações.