Meio Jurídico

Foto: Divulgação

Foram empossados na tarde desta última terça-feira, 12, o juiz federal Bruno César Bandeira Apolinário e o advogado Alessandro Roges Pereira, como juízes membros substitutos da Corte Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), nas classes da magistratura federal e juristas, respectivamente, para o biênio 2017/2019. Os novos membros foram empossados em gabinete pelo presidente do TRE-TO, desembargador Marco Antony Villas Boas, que deu as boas-vindas e desejos de sucesso no novo desafio.

Em seu pronunciamento, o empossado juiz Bruno César Bandeira destacou suas boas expectativas com a Justiça Eleitoral. “Recebi essa designação com alegria e senso de responsabilidade muito grande para representar a Justiça Federal, no TRE-TO. Deixo registrado o meu agradecimento à Corte ao qual estou vinculado e a todos os membros desta Corte pela calorosa recepção. Abraço a oportunidade com muito afinco e com a mesma paixão que atuo na Justiça Federal. Juntamente com os demais membros cumpriremos nossa missão institucional”, disse.

O empossado Alessandro Roges também comentou a satisfação em fazer parte da Justiça Eleitoral. “Gostaria de externar a minha satisfação pessoal em compor esta Corte Eleitoral, estou pronto para ajudar a Justiça Eleitoral e pronto para servir e cumprir a função a qual fui designado. Agradeço a todos pela receptividade”, ressaltou.

O presidente do TRE-TO e os demais membros da Corte Eleitoral cumprimentaram os dois empossados desejando boas-vindas e sucesso nesta nova etapa.

Presentes

A solenidade de posse foi acompanhada ainda pela vice-presidente e corregedora Eleitoral, desembargadora Ângela Prudente; pelo ouvidor Regional Eleitoral, Juiz Agenor Alexandre da Silva; pelo juiz federal Adelmar Aires; pelo diretor executivo da Escola Judiciária Eleitoral, Juiz Henrique Pereira dos Santos; Juíza Membro, Ângela Issa Haonat; pelo procurador Regional Eleitoral, Alvaro Lotufo Manzano; pelo juiz membro substituto, Márcio Gonçalves Moreira; pelo diretor-geral José Machado dos Santos e pelo advogado eleitoral Juvenal Klayber.