Polí­tica

Foto: Divulgação Marcelo Miranda é acusado de abuso de poder econômico nas eleições de 2014 Marcelo Miranda é acusado de abuso de poder econômico nas eleições de 2014

O recurso que pede a cassação do governador Marcelo Miranda (MDB) e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV) por suposto envolvimento na apreensão de um avião com dinheiro em Piracanjuba/GO, durante as eleições de 2014, deverá ser julgado na próxima semana pelo pelo Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

No processo Marcelo Miranda e Cláudia Lelis são acusados de abuso de poder econômico durante as eleições. Na época um avião com R$ 500 mil reais em dinheiro e material de campanha foi apreendido na cidade goiana. O dinheiro seria destinado para a campanha de Marcelo e Claudia.

O recurso foi impetrado pelo Ministério Público Federal e pela coligação “A mudança que a gente vê”, do ex-governador Sandoval Cardoso (SD). Por telefone, o ex-governador Sandoval Cardoso disse ao Conexão Tocantins que não está mais acompanhando o processo e não tem mais interesse no julgamento.

A relatora do processo, ministra Luciana Lóssio, rejeitou em março do ano passado o recurso contra o governador e defendeu não haver provas da ligação entre o dinheiro apreendido e a campanha de Marcelo Miranda.