Polí­tica

Foto: Reprodução/Twitter Vicentinho pode ser pré-candidato caso Dimas seja impedido de concorrer em eleição suplementar Vicentinho pode ser pré-candidato caso Dimas seja impedido de concorrer em eleição suplementar

Após reunião realizada na sede nacional do Partido da República (PR), em Brasília/DF, nesta quarta-feira, 28, com a presença do senador Vicentinho Alves e do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, o partido decidiu encaminhar ao Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Tocantins (TRE-TO) consulta sobre mitigação de prazos de desincompatibilização em relação à eleição suplementar. 

De acordo com a Constituição Federal para concorrerem a outros cargos, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito. Por este motivo Dimas poderá ser impedido de se candidatar à eleição suplementar caso a regra da desincompatibilização seja seguida na eleição suplementar. O assunto é polêmico e tem gerado diferentes opiniões.

Após resposta desta e/ou publicação da Resolução Eleitoral Suplementar, o PR definirá quem será seu candidato ao Governo do Estado do Tocantins na eleição suplementar. Ronaldo Dimas e o senador Vicentinho Alves são os cotados.

A eleição suplementar está prevista para o dia 3 de junho, conforme anunciou o TRE na tarde dessa última terça-feira, 27.