Estado

As prefeitas dos municípios de Ipueiras e Jaú do Tocantins, Terezinha Andrade Costa Aguiar e Eurídice Rodrigues Araújo, respectivamente, decretaram situação de emergência no último dia 25, devido ao prolongado período de estiagem que afeta esses municípios. A Coordenadoria Estadual de Defesa Civil recebeu os

decretos e relatórios de Avadan (Avaliação de Danos) nesta quinta-feira (27/09).

Com os decretos recentes, o número de municípios tocantinenses em situação de emergência sobe para 13, com mais de 23 mil pessoas da zona rural afetadas. A

falta de chuva trouxe prejuízos financeiros, especialmente aos agricultores familiares, que perderam parte da lavoura e do rebanho. A situação tem se agravado desde agosto.

Técnicos da Defesa Civil estão realizando levantamentos nos municípios de Aurora do Tocantins, Chapada da Natividade e Natividade, que devem ser concluídos nos próximos dias. Um projeto piloto com ênfase na psicologia do desastre será implantado, a partir da próxima semana, em Paranã e Arraias. O projeto, coordenado pela psicóloga e capitão Lucelita Maria Alves, visa levar alento à comunidade afetada,

por meio de ações que serão desenvolvidas por assistentes sociais.

Na próxima semana, os municípios em situação de emergência receberão mil cestas básicas da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social. A Secretaria Nacional de Defesa Civil autorizou a doação de mais 5 mil cestas básicas para o Tocantins. Os alimentos estão na Bahia e Pernambuco e serão transportado nos próximos dias. Mais de 4,2 mil cestas já foram distribuídas pelos governos Estadual e Federal.

A comunidade afetada está recebendo cestas básicas, água potável (distribuída por caminhões pipas) e remédios. Por meio de retroescavadeiras, cacimbas estão sendo abertas e leitos de açudes e rios aprofundados. Uma equipe de engenheiros faz um

levantamento no local para propor soluções a médio e longo prazo para região.

Situação de emergência:

Paranã (6.320 pessoas afetadas), Arraias (2.322

pessoas), Dianópolis (2.000), Conceição do Tocantins

(2.052), Ponte Alta do Bom Jesus (1.900), Porto Alegre

do Tocantins (478), Almas (1.800), Novo Jardim (386),

Silvanópolis (443), Taipas (374), Taguatinga (3.692),

Ipueiras (356) e Jaú do Tocantins (905).

Assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros Militar

Por: Redação

Tags: arraias, Estado, Municípios, natividade, Tocantins