Cultura

Os artistas tocantinenses serão contemplados nesta quinta-feira, 08, com mais uma edição do programa Rumos Itaú Cultural Artes Visuais, realizado em parceria com a Fundação Cultural do Tocantins. O evento, gratuito, está marcado para às 19h, na Sala Sinhozinho, no Espaço Cultural de Palmas, com as participações dos curadores Alexandre Sequeira (PA) e Paulo Reis (PR) e da gerente do Núcleo de Artes Visuais do instituto, Yara Kerstin. A mediação será feita pelo crítico e pesquisador Guy Amado.

Esta é a quarta edição do programa que, durante o encontro, será apresentado por Yara Kerstin. O curador Alexandre Sequeira (PA) abordará o tema Deslocamentos, estimulando a reflexão sobre a produção diversificada da arte contemporânea em um país com dimensões continentais como o Brasil. Encerrando a palestra, o curador Paulo Reis (PR) colocará em discussão A Constituição do Espaço de Exposição de Arte, uma abordagem da constituição dos espaços expositivos como uma arena de discussão crítica e pública da visualidade. “Será analisada a construção histórica do espaço de exposições, que tem início nos salões do século XVIII, até suas diferentes configurações na contemporaneidade”, adianta. O curador debaterá ainda sobre as novas operações expositivas que acontecem em publicações, televisão, jornais e outros meios de comunicação, ‘saindo’ dos espaços tradicionais.

As inscrições podem ser feitas na Coordenação de Artes Visuais da Fundação Cultural do Tocantins, no telefone 3218.3331, na Fundação Cultural de Palmas, no 3218.5151, ou no local antes do início da palestra.

Alexandre Sequeira

Artista plástico, fotógrafo, especialista em semiótica e artes visuais e professor do Instituto de Ciências da Arte da Universidade Federal do Pará (UFPA), Alexandre Sequeira coordenará o mapeamento e pré-seleção dos projetos na região Sudeste (Vitória, Belo Horizonte, Uberlândia, Juiz de Fora, Vila Velha, Diamantina e Ouro Preto), com Janaína Melo (MG); e em cidades do Sul (Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Caxias do Sul, Novo Hamburgo, Pelotas, Blumenau, Chapecó, Tubarão, Rio Grande, Foz do Iguaçu, Joinville e Londrina), com Gabriela Motta (RS).

Paulo Reis

Pesquisador de arte e curador independente, Paulo Reis, que também é mestre em História Social da Cultura pela PUC do Rio de Janeiro e doutor em História pela Universidade Federal do Paraná, coordenará o mapeamento e pré-seleção dos projetos de artes visuais no Centro-Oeste (Brasília, Cuiabá, Campo Grande, Goiânia, Goiás Velho, Pirenópolis, Anápolis, Alto Paraíso, Rondonópolis, Corumbá, Dourados, e entorno do Distrito Federal), com Verônica Moreira Neto (DF); e em parte do Sudeste (Rio de Janeiro, Niterói, Petrópolis, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Campos e Resende), com Guilherme Bueno (RJ).

Discussão na rede

Durante o período das itinerâncias da quarta edição do programa Rumos Artes Visuais, o site Canal Contemporâneo ( www.canalcontemporaneo.art.br ), em parceria com o Itaú Cultural, abrirá espaço previamente para a reflexão sobre os temas que serão debatidos em cada cidade onde se realizarão as palestras. O chat de discussão Fórum Rumos Artes Visuais será precedido de uma espécie de diário de bordo de Guy Amado, relatando as suas experiências e percepções sobre as localidades por onde passar – os textos também serão postados no site do Itaú Cultural ( www.itaucultural.org.br/rumos2008 ). O chat será conduzido pela editora do Canal, Patrícia Canetti, propondo a ampliação do debate.

Rumos Artes Visuais 2008-2009

Com a proposta de garimpar o melhor da produção contemporânea em todo o Brasil, o programa Rumos Itaú Cultural Artes Visuais dá continuidade ao trabalho de mapeamento, diagnóstico e fomento a produção visual, detectando suas direções e apresentando os resultados em exposições e em um catálogo geral analítico.

Em sua quarta edição o programa terá um formato que reúne a experiência acumulada nas edições anteriores, contando com uma comissão curatorial maior, sob a coordenação do curador carioca Paulo Sérgio Duarte. Quatro outros curadores serão responsáveis por regiões diferentes daquelas onde estão acostumados a atuar e contarão com o apoio de dois assistentes curatoriais locais, que ajudarão na pesquisa e na pré-seleção dos projetos. Os curadores são: Alexandre Sequeira (PA), que cuidará das regiões Sul e algumas cidades do Sudeste; Christine Mello (SP) irá para as regiões Norte e Nordeste; Marília Panitz (DF), será responsável por parte do Nordeste e algumas cidades do Sudeste; e Paulo Reis (PR) seguirá para a região Centro-Oeste e parte do Sudeste.

Serão selecionados até 45 portfólios, a serem exibidos integralmente em São Paulo e no Rio de Janeiro, em 2009, e em mais quatro cidades (a definir), com diferentes recortes curatoriais para cada uma. Os trabalhos serão divulgados, ainda, em catálogo geral analítico, a ser publicado no final do processo, e no site do Itaú Cultural. A premiação inclui quatro bolsas-ateliê no Brasil e no exterior para artistas que se destacarem durante o programa, com valor a ser definido.

A inscrição será feita mediante preenchimento de ficha – no site da instituição ou impresso,– e o envio de portfólio por correio com obras produzidas a partir de 2005, inéditas ou não – entre fotografias, esculturas, objetos, pinturas, gravuras, desenhos, instalações, videoinstalações, site specifics, intervenções, novas tecnologias e performances. Informações mais completas sobre o edital poderão ser consultadas no site.

Fonte: Fundação Cultural

Por: redação

Tags: cultura, Fundação Cultural