Campo

A segunda rodada do leilão para venda do gado apreendido pelo Ibama na Estação Ecológica Terra do Meio, em Altamira/PA, durante operação denominada “Boi Pirata”, será realizada na próxima segunda-feira (21), às 9 horas, por meio do sistema eletrônico da Conab. A decisão foi tomada hoje, em reunião entre o Ibama, a Conab e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Desta vez vão a leilão 3.046 bovinos da raça nelore e/ou anelorado.

O leilão de hoje, com 3.500 cabeças e preço de abertura de todos os lotes de R$ 3,9 milhões, atraiu a participação de 14 Bolsas de Mercadorias de todo o Brasil. Mas não houve lance. O vice-presidente da Bolsa de Cereais de São Paulo, Reinaldo Rosanova, acompanhou pessoalmente a operação na sede da Conab. “Tinha comprador para todo o lote, mas o preço estava acima do mercado”, explicou. Um novo valor será avaliado nesta semana pelos técnicos, que vão considerar a complexidade de retirada do gado da área, entre outros fatores. Segundo o diretor de Proteção Ambiental do Ibama, Flavio Montiel, o preço será divulgado na próxima quinta-feira.

O resultado da primeira rodada de negociação não surpreendeu o governo. “É uma reação normal do mercado, principalmente por se tratar de uma primeira operação desse tipo”, diz o superintendente da Conab, João Cláudio Dalla Costa.

Qualquer pessoa física ou jurídica pode participar da compra, à exceção dos que ocasionaram a infração ambiental e dos que cometem danos à natureza. Os animais estão devidamente vacinados e permanecem sob a guarda de policiais militares. Quem arrematar o boi terá segurança para retirá-lo do local. O valor apurado será destinado ao Fome Zero e a outros projetos sociais.

Fonte: Conab

Por: Redação

Tags: Leilão, Nelore, campo