Polí­tica

O promotor eleitoral de Gurupi, Alzemiro Wilson Peres Freitas, propôs, junto à Justiça Eleitoral, na terça-feira, dia 22, a impugnação de aproximadamente cem candidatos a prefeito e a vereador das cidades de Gurupi, Aliança, Crixás e Cariri.

Entre os candidatos com pedido de impugnação consta o prefeito e candidato à reeleição de Gurupi, Alexandre Abdala, a deputada estadual, Josi Nunes, que também concorre ao paço daquele município e, de igual forma, os candidatos a prefeito e vice de Aliança, Crixás e Cariri.

Alzemiro Freitas explica que vários foram as razões que motivaram as ações de impugnação. Genericamente, exemplifica algumas delas, como é o caso de situações de infidelidade partidária, contas rejeitadas seja por câmara de vereadores, seja pelo próprio Tribunal de Contas do Estado, não observação pelos partidos da reserva de 30% das candidaturas para homens e mulheres.

O promotor ressaltou também a existência de “condições de analfabetismo”. Segundo ele, existem candidatos que pelo fato de “desenharem” o nome, não significa que terão condições de criar uma lei.

Além disso, citou existência de multas não pagas, o que impediu o candidato de obter quitação junto à Justiça Eleitoral, insuficiência de comprovação de prestação de contas de campanhas anteriores, existência de processos por improbidade administrativa e por crime comum, falta de filiação partidária e ausência de prova de desincompatibilização do órgão em que exercia função ou cargo público.

Alzemiro Freitas lembrou ainda que também foram impugnados os candidatos cujos partidos não apresentaram a regularidade dos balancetes mensais e anuais junto à Justiça Eleitoral.

Fonte: MPE

Por: Redação

Tags: Candidatos, Impugnação, MPE, Política