Geral

Foto: Divulgação

Levantamento divulgado pelo Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica), do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), aponta que 75 pessoas morreram no país ao longo do ano de 2008 vítimas de descargas elétricas. O número supera em 59,57% a quantidade de mortos por raios registrada em 2007, que teve 47 ocorrências.

As 75 mortes de 2008 por raios é o maior número já registrado nesta década em um único ano. Até então o ano que registrou o maior número de mortos em decorrência de raios foi o de 2001, quando 73 perderam suas vidas.

Probabilidade

Segundo os dados do Inpe, é muito mais fácil alguém ser atingido por um raio do que ganhar na Mega-Sena. Em média, em 2008, a chance de alguém ser atingido por um raio no país foi de 1 em 2,5 milhões. Um apostador que preenche as seis dezenas da Mega-Sena tem probabilidade de 1 em 50 milhões, segundo a Caixa.

Os picos ocorrem em Alagoas e Tocantins, nestes Estados as chances de ser atingido são bem maiores; de 1 em cada 500 mil. No Rio de Janeiro, Bahia e Pará as chances são de 1 em 7,5 milhões. Em São Paulo a probabilidade é de 1 em 2 milhões.

Da redação com informações da Folha Online

 

Por: Redação

Tags: Descargas Elétricas, Geral, Mega-Sena, Tocantins