Economia

Foto: Divulgação Presidente da CDL de Porto Nacional, Flávio Macedo Presidente da CDL de Porto Nacional, Flávio Macedo

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Porto Nacional lança oficialmente no sábado, dia 25, às 8h30 na Praça do Centenário, a tradicional campanha Mamãe Feliz, com o objetivo de incentivar as vendas no comércio ao chamar a atenção dos consumidores para a data, considerada a segunda mais importante do ano.

O atrativo da campanha será a premiação. Após o lançamento da campanha, uma carreata partirá da Praça do Centenário pelas ruas comerciais da cidade, exibindo os prêmios da promoção: 01 moto Drafa Speed 150 cilindradas, 02 Computadores, 03 TV ‘s 20 polegas Tela Plana, 03 bicicletas, 05 DVD’S.

Também serão sorteados no decorrer da campanha vários prêmios surpresas. O presidente da CDL de Porto Nacional, Flávio Macedo está otimista considerando que estão sendo oferecidos bons prêmios. “Esperamos aumentar as vendas, em relação aos outros anos, em pelo menos 5% a 10%, apesar dessa crise financeira mundial que está afetando demais o comércio”, declarou.

Para concorrer aos prêmios basta o consumidor comprar nas lojas que aderiram à iniciativa, preencher os cupons de forma legível com os dados pessoais e depositá-los nas urnas instaladas nas lojas participantes até às 18 horas do dia 30 de maio de 2009. O sorteio será realizado dia 31 de maio às 16 horas.

Associados à CDL e não sócios podem participar da campanha. O preço do kit que dá direito a cupons e cartazes da promoção varia de R$ 150 a R$ 1.000. Cada lojista pode adquirir até 15 mil cupons mais reposição. Aproximadamente 60 lojistas já aderiram à campanha. O prazo de adesão vai até o dia 5 de maio.

Os lojistas interessados em aderir à campanha devem entrar em contato com a CDL pelos telefones (63) 3363-3302/3363-1665. “O comerciante que adere a campanha está ajudando a fortalecer o comércio e proporcionando ao seu cliente a possibilidade de ganhar prêmios. Quero convidar os comerciantes de Porto Nacional a aderir a campanha, procurar a CDL para que unidos possamos enfrentar a crise de cabeça erguida e não deixar se abater”, sintetizou Flávio Macedo.

Fonte: Assessoria de Imprensa CDL Porto Nacional