Geral

Foto: Umberto Salvador Coelho Moreira teme que novos problemas aconteçam ao Igeprev Moreira teme que novos problemas aconteçam ao Igeprev

Em resposta a um discurso do parlamentar Raimundo Moreira (PSDB) que criticou a decisão do Conselho de Administração do Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev) de investir 30% de seu patrimônio em títulos da dívida pública, o deputado Paulo Roberto (DEM) subiu à tribuna, na manhã desta terça-feira, 19, para defender a instituição. O democrata ressaltou que os investimentos do instituto são aprovados pelo Conselho de Administração da entidade e seguem as normas do Banco Central

Moreira citou dados de operações financeiras realizadas em 2005 e 2006 pelo Igeprev que mostram que a instituição comprou títulos da dívida pública acima do preço de mercado e os vendeu subfaturados, o que resultou em um prejuízo de cerca de R$ 33 milhões.

O tucano anunciou a apresentação de um requerimento que solicita ao órgão informações sobre os investimentos nos anos de 2007 a 2009. “Nossa preocupação é baseada num passado de prejuízos e no temor de que novos problemas aconteçam”, argumentou Moreira.

Na defesa, Paulo Roberto alegou que as oscilações do mercado, agravadas pela crise mundial, causaram perdas não só para o instituto como também para grandes investidores nacionais e internacionais. “No mercado financeiro, se ganha e se perde, e não se pode atribuir suspeitas ao órgão só porque perdeu dinheiro”, concluiu o deputado.

Fonte: Dicom/AL