Geral

As aulas do CEMIL – Centro de Ensino Profissionalizante da Polícia Militar iniciam amanhã, terça-feira, dia 18. A solenidade da aula inaugural será no auditório do QCG – Quartel do Comando geral (QCG) a partir das 19h. Durante a programação será feita a apresentação do projeto do centro de ensino profissionalizante e a recepção dos novos alunos.

As inscrições para os três cursos iniciais ocorreram entre os dias 5 e 12 deste mês de agosto. Ao todo foram matriculados 240 alunos, distribuídos em seis turmas, nos cursos de Técnico em informática com ênfase em redes; Técnico em instrumentos musicais e Técnico em trânsito com ênfase em educação. O curso de informática funcionará com duas turmas à tarde e uma à noite; O de música terá uma turma a tarde e outra a noite e o de trânsito somente uma turma a noite. Todos os cursos terão duração de três anos.

O corpo administrativo do Campus será composto por militares e profissionais da secretaria estadual da educação. Já o corpo docente será composto por militares da PM, Corpo de Bombeiros e Seduc.

Criação do projeto

Os estudos para a criação do projeto de implantação dos cursos profissionalizantes, que são oferecidos pelo Governo Federal começaram a ser feitos pela PM e Seduc no final do ano passado. Após tomar conhecimento de que no Ministério da Educação existia um programa de ensino profissionalizante, a Polícia Militar procurou a Seduc e depois de formalizada a parceria foi realizada a 1ª reunião, em 9 de março deste ano de 2009, com a participação do comandante da Polícia Militar, coronel Albuquerque, do diretor de ensino da PM, coronel Clovis, da secretária da educação e cultura, professora Dorinha, entre outros profissional de educação.

Estrutura

Na sua primeira etapa serão construídos o Campus I, em Palmas e o Campus II, em Arraias, com recursos aplicados nos dois centros profissionalizantes na ordem de 36 milhões de reais. O projeto de Palmas e Arraias terá condições de atender 1.140 em cada lugar. Em uma segunda etapa este mesmo projeto será construído em Araguaína e Gurupi.

O projeto para a construção dos Centros Profissionais de Palmas e Arraias já está concluído e tem a mesma estrutura. Cada um conta com 12 salas de aulas com 60m², sete laboratórios (música, Química, Física, Informática, Matemática, Línguas e Biologia), auditório com capacidade para 200 pessoas, biblioteca equipada com 20 computadores, quadra poliesportiva coberta, e com arquibancada para 360 pessoas e vestiários, praça de alimentação, sala para Grêmio Estudantil, estacionamento interno com capacidade para 40 veículos, além de palco para shows e apresentações.

Fonte: Assessoria de Imprensa Polícia Militar

Por: Redação

Tags: Cursos, Polícia Militar