Geral

Foto: Divulgação

Representantes de empresas e instituições responsáveis pela execução de 22 programas ambientais da UHE Estreito participaram do 1º Workshop de Gestão de Programas Ambientais do Aproveitamento Hidrelétrico Estreito, que promoveu o nivelamento e a integração das ações a serem desenvolvidas nos próximos dois anos de implantação do empreendimento.

O Workshop foi realizado pelo Consórcio Estreito Energia (Ceste), nos dias 13 e 14, no auditório da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), em Palmas (TO). Durante os dois dias de programação do evento, técnicos e pesquisadores, que atuam na execução dos programas ambientais, apresentaram os objetivos, os resultados já alcançados e as próximas etapas a serem realizadas em cada programa.

Entre os programas apresentados, o programa de monitoramento da “Qualidade da Água” já começou e será desenvolvido em 21 pontos do rio Tocantins e seus tributários. “Foram realizadas amostragens para análises entre os dias 13 e 28 de julho, monitorando seis praias da região, onde detectamos que todas estão próprias para o banho”, disse o pesquisador Joseano Carvalho Dourado, da Unitins, responsável pelo Programa.

Na ocasião, os participantes trocaram experiências da pesquisa em campo desenvolvida na área de abrangência da Usina de Estreito. “Foi uma oportunidade de conhecer o andamento dos demais programas ambientais e propiciar a interface entre as ações”, comentou ao final de sua apresentação, o professor da Unitins, Fred Newton da Silva Sousa, que desenvolve o Programa de Educação Ambiental.

A mesma avaliação teve o pesquisador Gunter Reschke, da Universidade Estadual do Maranhão, que executa o Programa de Monitoramento Climatológico. “Os dados do nosso monitoramento contribuíra com outros programas como o do Monitoramento Hidrossedimentométrico”, explicou.

O evento reuniu cerca de 50 pessoas, entre pesquisadores, técnicos, consultores, além de representantes do Ceste e das empresas que compõe o Consórcio. “O workshop mostrou que, além de gerar energia, o empreendimento está gerando mais conhecimento para a população dos municípios que fazem parte da área de abrangência da UHE Estreito”, disse Juliano Natal, representante da Alcoa, uma das empresas acionistas do Ceste, parabenizando a iniciativa do evento.

Para o coordenador do Workshop, Marcos Duarte, gerente de Planejamento e Controle Estratégico do Ceste, o evento alcançou o objetivo proposto. “Com certeza foi criado um link entre os programas que possuem uma interação entres os temas. Isso vai agilizar o desenvolvimento das ações”, avaliou acrescentando que o evento contribuiu ainda para dar início à elaboração de uma pesquisa científica sobre os programas ambientais do meio físico. Essa pesquisa, segundo Marcos Duarte, resultará na publicação de um livro a ser lançado no segundo semestre de 2010.

Ainda durante o Workshop, foi realizada uma mini-exposição do Programa de Resgate Arqueológico, desenvolvido pelo Núcleo de Arqueologia da Unitins, onde os participantes conferiram peças históricas encontradas na área de abrangência da UHE Estreito, como tubo de cerâmica, lâminas e machados utilizados por povos antigos.

Fonte: Assessoria de Imprensa  UHE Estreito

Por: Redação

Tags: CESTE, UHE Estreito, Unitins, Workshop