Polí­tica

Foto: Koró Rocha

Foi finalizado o governo Marcelo Miranda (PMDB) nesta noite de terça-feira, 8 de setembro, com a confirmação da cassação do seu mandato.

Com a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de negar por unanimidade os embargos declaratórios apresentados pela defesa do governador e seu vice, Paulo Sidnei (PPS), resta agora, apenas o recurso junto ao Supremo Tribunal Federal (STF). Neste caso, se quiser continuar lutando pelo mandato, Marcelo Miranda deverá fazê-lo já sem o cargo.

Na decisão desta noite os ministros do TSE negaram também os embargos da União do Tocantins, que pedia eleição direta para o mandato tampão. Neste caso a eleição será indireta e conduzida pelos deputados estaduais na Assembleia Legislativa.

Carlos Ayres Brito, presidente do TSE, afirmou que vai oficializar imediatamente o Tribunal Regional Eleitoral e o presidente da Assembleia Legislativa, Carlos Henrique Gaguim (PMDB) que deve tomar posse ainda nesta quarta-feira.

Secom distribui agenda do governador

Minutos antes de começar a sessão plenária do TSE, a Secretaria Estadual da Comunicação (Secom) enviou ao Conexão Tocantins a agenda de Marcelo Miranda para esta quarta-feira. Nela constam a inauguração de obras em Tupirama às 9 horas e divulgação do plano de ação do Banco da Amazônia para 2010 no Palácio Araguaia.