Geral

Foto: Divulgação

O ex-secretário de Infra-estrutura, Brito Miranda em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta segunda, 31, afirmou que pode abrir mão de tentar uma cadeira na Câmara Federal para coordenar a campanha de reeleição do governador Carlos Henrique Gaguim (PMDB).

Brito afirmou que sua participação nas articulações políticas do governador no momento ainda é informal. “Não recebi convite formal minha participação é espontânea”, afirmou. O peemedebista ressaltou ainda o compromisso partidário em apoiar Gaguim.

“É o candidato do meu partido à qual eu pertenço e pertence o meu filho”, afirmou. Brito afirmou que se assumir o cargo na coordenação política desistirá de sua pré-candidatura. “Uma coisa automaticamente exclui a outra”, disse.

Caso mantenha sua pretensão de disputar o peemedebista vai concorrer com a irmã, Maria Helena Brito Miranda (PT), ex-secretária de Ação Social de Palmas.

Os coordenadores políticos da campanha de Gaguim já estão sendo selecionados e devem ser divulgados na inauguração do escritório político da pré-campanha. A adesão de Brito no grupo de articulação ajuda também na mobilização em prol da candidatura do filho, ex-governador Marcelo Miranda (PMDB) que dispará o Senado junto com o senador Leomar Quintanilha também do PMDB.