Geral

Foto: Agência Senado

Na tarde desta quinta-feira, 24, as lideranças do Partido dos Trabalhadores estarão reunidas para definir a composição da majoritáris do partido que tem ainda como aliado o PCdoB. O encontro acontecerá durante a tarde quando também o PMDB define detalhes da disputa nas proporcionais do grupo.

No PT um fato novo mudou o curso da disputa: a saída do suplente de senador Sadi Cassol da majoritária. Conforme informação confirmada ao Conexão Tocantins o petista já comunicou ao presdiente regional da legenda Donizeti Nogueira , que não irá concorrer ao Senado.

Com a saída de Sadi o caminho fica aberto para o ex-deputado Darci Coelho que colocou o nome na disputa na terça-feira, 22, como afirmou ao Conexão Tocantins, Darci foi convidado pelo pré-candidato do PT, Paulo Mourão para compor na majoritária.

O compromisso do PT com o PCdoB, conforme reforçou o presidente Nilton Barbosa é a indicação de Élvio Quirino ao Senado. Sem essa indicação o PCdoB pode não apoiar o PT.

Na pesquisa Ibope publicada nesta quarta-feira, 23, Darci Coelho apareceu com 8% na modalidade expontânea ao contrário de Sadi que nem foi citado em nenhuma das modalidades da pesquisa.

O PT deve definir hoje então o candidato a vice já que a convenção estadual acontece neste sábado, 26, no Espaço Cultural.

O partido pretende seguir com a candidatura própria mesmo depois do Ibope revelar rejeição de 33% de Paulo Mourão e apenas 7% de preferência na estimulada.

O presidente Donizeti em entrevista hoje ao Conexão Tocantins avaliou que o para o PT a entrevista foi positiva e que o partido vai apostar nos indecisos e também em reverter a rejeição de Mourão.O presidente questionou ainda o fato de Sadi não ter aparecido na pesquisa.