Polí­tica

Foto: Divulgação

Acontece na tarde desta quinta-feira, 29, no Pleno do Tribunal Regional Eleitoral, o julgamento que pode cassar os mandatos do prefeito de Praia Norte, Gilmar Alves (PMDB), do seu vice, Valmy Oliveira Silva e do vereador Esequiel Santos por captação ilícita de sufrágio, ou seja, compra de votos.

De acordo com a legislação, caracteriza-se por compra de votos o ato do candidato de prometer algum bem ou vantagem ao eleitor, em troca de seu voto nas eleições, não importando se o bem for efetivamente entregue ao receptor depois da votação.

O julgamento dos políticos está previsto para às 17h no pleno do TRE. Procurado pelo Conexão Tocantins, o prefeito Gilmar Alves afirmou que todos os recursos já haviam sido feitos pela defesa e que preferia não comentar sobre o assunto. “Eu prefiro aguardar o fim do julgamento”, completou.

Outras ações do TRE

Na manhã da próxima sexta-feira, 30, poderá acontecer o fim dos julgamentos que envolvem o deputado estadual Manoel Queiroz (PPS). São duas ações relatadas pelo Juiz Marcelo Cordeiro e que dizem respeito a desfiliação partidária e a cassação do mandato do deputado.

O processo de desfiliação partidária se dá quando o parlamentar saiu de seu antigo partido, o PT, para se filiar ao PPS. A outra ação, que pede a cassação do mandato de deputado estadual de Queiroz por infidelidade partidária após as eleições de 2006.

Ambos julgamentos estão previstos para acontecer no plenário do TRE, a partir das 10h da manhã.