Geral

Foto: Divulgação

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta quarta-feira, 4, o coordenador geral de articulação política da candidatura de Carlos Gaguim (PMDB), Manoel Bueno, contestou as alegações do deputado César Halum (PPS) de que haveriam favorecimentos de candidatos por parte da coligação “Força do Povo” nas eleições deste ano.

Bueno fez questão de frisar que este tipo de ações não existem por parte da coligação governista. “Não existe nada disso”, afirmou completando que o próprio deputado já havia das coordenações de campanha em Araguaina, sua base eleitoral. “O tratamento nas coligações está sendo igualitário”, destacou.

Em sua entrevista nesta manhã na Assembleia Legislativa, César Halum havia destacado a necessidade de se criar um diretório de campanha em Araguaina para dar suporte à eleição de Gaguim na região Norte. Sobre o assunto, Bueno afirmou que o diretório na cidade “será implantado nos próximos dias”.

Disputas por bases

Desde antes do princípio da campanha eleitoral, uma reclamação constante de candidatos da coligação de apoio à reeleição do governador tem sido a de invasão de bases eleitorais por parte de aliados na disputa.

Um dos casos mais contundentes foi o do presidente do PMDB, deputado Osvaldo Reis que tem se manifestado publicamente contra este tipo de contenda.

De acordo com informações de Bueno, a coordenação de campanha da “Força do Povo” está lidando com naturalidade com essas disputas por bases eleitorais. O coordenador da campanha governista destacou ainda que “a rivalidade entre os deputados por bases cresce a majoritária”. Contudo, Manoel Bueno dá um recado aos reclamões: “O Estado é livre para todos e todos devem saber disso”.